27.3 C
Rio Branco
15 agosto 2022 8:42 am

“A responsabilidade que me deram é imensa”, diz Jorge ao lançar chapa com Marcus e Nazaré

Evento que homologou candidatura ocorreu no início da noite desta sexta-feira (5).

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 05/08/2022 20:27

Em uma grande festa, a Federação Brasil da Esperança, que aglutina o PT, PCdoB e PV, homologou a chapa majoritária e 100% petista que vai concorrer às eleições deste ano.

Jorge Viana para o Governo, Marcus Alexandre como vice e Nazaré Araújo para o Senado foram anunciados a poucas horas do evento que aconteceu na sede do PT, na Avenida Ceará em Rio Branco.

O evento contou até mesmo com a presença do ex-governador Tião Viana, que desde que deixou o cargo, estava afastado da política e pouco se envolvia nas polêmicas e inclusive foi defendido pelo irmão, Jorge.

“Meu irmão Tião foi senador, governador e pegou os piores momentos do país, impeachment, golpe, crise do madeira e saiu injustiçado e na pandemia, ninguém salvou mais vidas neste estado do que o Tião Viana, inclusive a dos piores algozes dele. É preciso corrigir as injustiças”.

O presidente do Partido dos Trabalhadores, Manoel Lima, falou sobre a escolha dos quadros mais fortes que o partido tem hoje para encarar a disputa majoritária.

Foto: Assessoria

“Temos um povo guerreiro, capaz de resistir ao ódio. Pois no coração desse povo tem esperança e muito amor para dar aos brasileiros e acreanos. Eu vivi muitas horas de sofrimento para encontrar o melhor caminho e falávamaos assim: aqui no Acre tem muitos homens e mulheres corajosos que dariam sua vida pelo nosso povo acreano e olha só nossa militância e esses deputados que vão enfrentar a peregrinação para levar esse projeto e voltarmos a ser felizes e completando o nosso time: para o Senado, o Partido dos Trabalhadores, junto com a federação, está apresentando uma mulher que sabe sentir a dor dos mais unidos, nossa futura senadora se chama Nazaré Araújo”.

Sobre Marcus Alexandre, Manoel  afirmou que ele tinha um mandato garantido como deputado estadual, mas desistiu da disputa pela vaga na Assembleia Legislativa e “aceitou nosso pedido, até hoje estava na rua com um mandato garantido pelo trabalho que fez, mas mais uma vez ele mostra que o coração é mesmo daqueles que pega e diz: eu não tenho vontade própria, estou aqui a serviço do povo acreano e ele vai ser nosso vice-governador, o nome dele é Marcus Alexandre”.

Foto: Assessoria

A Jorge, os elogios do presidente do PT foram inúmeros, também destacando seu desprendimento por desistir do Senado e disputar o Governo, afirmando que este foi um chamado do povo. “Ele foi o melhor prefeito, melhor governador e melhor senador e tinha condições tranquilas de ser nosso senador, mas dizia todo dia: ‘Eu vou para onde o povo precisar de mim’ e o povo clamou: ‘Jorge, nós queremos você governador’ e olha o que aconteceu, no dia 2 [de outubro] vamos dar a maior virada com esse caba que nos orgulha e vai ser nosso governador”, declarou Manoel.

Exaltando a candidatura de Jorge e de Lula, Nazaré Araújo disse que está preparada para representar o Acre no Senado Federal. “Hoje de manhã eu tive a surpresa no meu coração, não existe energia mais forte do que essa que energia que vem do coração. Cada militante sabe da expectativa que tínhamos para essa chapa majoritária e quando o Jorge me disse que seria o candidato a governador e me fez o convite para estar junto com ele e o com Marcos na liderança dessa chapa que mexe com todos nós eu olhei para ele: “eu aceito o desafio”, pois as pessoas estavam esperando, do verbo esperançar ter Jorge governador e se Deus quiser, vai ser a redenção deste momento. Chega de ódio, não ao medo! A coragem vem do coração e ela nos impulsiona a fazer o melhor pelo nosso estado e o Senado é o local onde o Acre pode tanto quanto São Paulo e é para representar as pessoas com muita dignidade que eu aceitei esse desafio”.

Foto: Assessoria

O ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre relembrou que tomar a decisão de largar sua pré-candidatura de deputado estadual não foi fácil, mas esta não é a primeira vez que faz algo para cumprir função dentro do partido.

“Vindo para cá me lembrei da campanha de 2018, bonita, honrosa. Em 2018 tomei uma decisão difícil, deixei a Prefeitura de Rio Branco e botei o pé na estrada. A decisão dessa madrugada também não foi, mas eu não coloquei vaidade e interesses na frente, nunca me faltou coragem para ser parceiro e companheiro e encarar os desafios que a vida me deu, por isso reuni ontem minha família e o grupo que estava ajudando na pré-candidatura e disse: ‘O chamado chegou, é hora do companheiro se apresentar para a luta, é hora do companheiro dizer estou aqui’, estou pronto estou com vocês e estou feliz com a decisão que todos nós tomamos”, disse.

Saudosista, Jorge Viana relembrou sua primeira candidatura, em 1990 e as obras feitas pelas gestões dele e do irmão, Tião Viana, destacando que hoje  a política vive momentos difíceis e os últimos dias foram, “de angústia”, disse ao confirmar o que disseram Marcus e Nazaré: sua candidatura foi ouvindo o povo. E disse que a decisão final da chapa só foi tomada nas últimas 24 horas. “Pedi a Deus que me desse sabedoria, para que eu pudesse fazer algo que fosse bom, não para mim, mas para quem estava precisando”.

Foto: Assessoria

“A responsabilidade que colocaram nas minhas costas é imensa, de liderar um grupo de pessoas que já realizaram muitas coisas por este Acre. Todas as dificuldades políticas colocadas que não foram poucas, com pessoas que se beneficiaram do nosso Governo nos deram as costas. Eu tinha uma candidatura posta ao Senado onde todas as pesquisas nos colocavam em primeiro lugar, e assim eu estava até ontem, mas tem uma situação neste mundo real, onde encontramos pessoas precisando de ajuda, pessoas sem políticas públicas, abandonadas no meio da rua como se fossem animais e eu aprendi com o meu líder e guru espiritual Bispo Dom Moacir a não ser indiferente e ontem pensei muito nos ensinamentos que ele me passou e eu decidi sozinho, sentado no meu escritório, de ligar para o Marcus que largou tudo e foi lá, sem saber o que tinha acontecido eu o chamei para estar comigo, fomos para casa e logo depois ele me disse que aceitava ser meu vice”, detalhou.

Jorge disse ainda que Marcus será mais que vice, trabalharão juntos.  “Vocês não queriam um governador? Eu dei dois”.

Jorge não poupou elogios à Nazare, lembrando que ela é filha da ex-deputada federal e ex-primeira dama do Acre Maria Lúcia Melo de Araújo e do primeiro governador eleito do Acre, José Augusto de Araújo.  “Uma mulher séria que terá todo nosso apoio para essa disputa ao senado”, disse.

O discurso do pré-candidato ao Governo foi finalizado com reconhecimento à Lula por tudo o que ele fez pelo Acre quando foi presidente. “Tenho fé que vai vencer no primeiro turno. Nós nos inspiramos no presidente Lula. Nossa campanha não é para agredir ninguém, é para trazer esperança e eu acredito que o Acre vai entrar em uma nova era do desenvolvimento, mas temos que eleger o Lula”.

Além da chapa majoritária, a federação lançou também a chapas proporcionais. Ao todo, a federação conta com 25 candidatos ao cargo de deputado estadual, sendo que destes, 18 são do PT. Ao cargo de deputado federal a Federação da Esperança colocará nove nomes na disputa sendo cinco candidatos pelo PT, dois pelo PC do B e dois pelo PV.

Veja o que falaram outros membros da federação:

“Hoje é dia 5 de agosto, mês 8 e somado 8 com 5 é 13”, Cláudio Ezequiel- PV

“Vamos fazer a dobradinha de ouro: Jorge Governador e Lula presidente, quando o Acre tinha saúde, educação de qualidade e o Acre até exportava produtos. Vamos voltar à era de ouro”, – Leo de Brito- PT

“Quem não está com o coração pulsando agora? Porque esses últimos 20 dias foram com emoção, parecia que estávamos na montanha russa e hoje acabou a  agonia da militância pois temos Jorge Viana governador, agora é do vera!”Perpétua Almeida.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.