Bebê que virou meme por nascer com “cara de brava” está com 3 anos e faz sucesso nas redes sociais; veja como ela está hoje

A foto da pequena Isabela viralizou em 2020, mas a pequena ainda é lembrada pelos internautas

Quem está nas redes sociais certamente já deve ter se deparado com um meme de uma bebê com “cara de brava”. Essa é a pequena Isabela, nascida em 2020, que continua fazendo sucesso na web. Com mais de 9 mil seguidores em seu perfil do Instagram (isa_bravinha1), administrado por sua mãe Daiane Barbosa, a garotinha, agora com 3 anos, ainda é lembrada pelos internautas graças a foto curiosa de seu nascimento.

Em entrevista à CRESCER, Daiane, que mora em Mesquita (RJ), contou que não esperava que a imagem da filha se tornaria tão famosa. “Com certeza foi uma coisa que nunca passou na nossa cabeça como pais de primeira viagem, mas foi um momento que aconteceu naturalmente. Achamos superengraçado e levamos de boa, toda repercussão nacional e internacional da foto da Isabela bravinha!”, ela relatou. A foto da menina rodou o mundo e foi repercutida por vários veículos internacionais, como a revista norte-americana People, Today Parents e Daily Mail.

Bebê nasce com cara de "brava" e viraliza (Foto: Rodrigo Kunstmann) — Foto: Crescer

Isabela hoje tem 3 anos — Foto: Arquivo Pessoal

Pode parecer que foi ontem, mas o meme de Isabela já completou três anos. A bebê da foto cresceu e se tornou uma garotinha com uma personalidade forte e, como diz sua mãe, “esperta, carinhosa e inteligente”. “Ela também é supervaidosa, gosta de pulseira, bolsas e óculos escuros!”, acrescentou Daiane. O dia a dia da menina inclui tanto atividades extracurriculares como as aulas de natação, como também as aulas da escola, que frequenta desde 1 ano e 11 meses. “Ela ama a escolinha e os amiguinhos, sabe o nome de todos”, disse Daiane.

A pequena também já sabe de sua fama na web e, ao ver sua foto, questinou a mãe sobre por que ela parecia brava. Bom, não temos a reposta para essa pergunta. Mas, a expressão de Isabela se tornou muito peculiar, principalmente por ter sido registrada um mês antes da pandemia.

Embora já tenha se passado três anos, as pessoas ainda lembram de Isabela como a “bebê bravinha”, sempre acompanhando sua rotina nas redes sociais. No entanto, a exposição na web também tem seu lado negativo. Daiane admite que recebe também comentários desnecessários, porém, tenta focar na importância dos comentários positivos e engraçados.

Como mãe, Daiane cita que os principais desafios é proteger a filha, mas também oferecer uma boa criação. “Educar uma criança pro mundo é muito difícil!! Mas só peço a Deus que ela cresça e se torne uma grande mulher!”, a mãe destacou.

Relembre a história!

O parto de Daiane foi registrado pelo fotógrafo Rodrigo Kunstmann em 13 de fevereiro. Em entrevista à CRESCER, na época, ele compartilhou os detalhes do momento. “Ela abriu bem os olhos e não chorou, fez uma carinha ’emburrada’, a mãe deu um beijo e só depois que cortaram o cordão umbilical que ela começou a chorar”, disse o profissional.

A mãe da bebê também não percebeu imediatamente que a filha estava com cara de brava. Só depois que o fotógrafo mostrou a foto que ela conseguiu ver. “Eu pensei: que cara é essa que ela fez? Minha filha nasceu um meme pronto”, relatou. A pequena Isa também sempre enrugava a testa na hora que queria mamar e trocar a fralda.

Isabela hoje tem 3 anos — Foto: Arquivo Pessoal

Isabela hoje tem 3 anos — Foto: Arquivo Pessoal

Daiane não esperava engravidar em 2019. Ela e o marido, Renato Pereira da Rocha, descobriram a gestação com cinco semanas. Logo no início da gravidez, a gestante recebeu a notícia que estava com hematoma subcoriônico, que é o acumulo de sangue entre a placenta e o útero. “A minha obstetra recomendou repouso, porque poderia acontecer um aborto espontâneo, por isso fiquei afastada do trabalho por 14 dias. Depois desse tempo, o hematoma sumiu e eu tive uma gestação tranquila”.

A ideia de fazer um ensaio fotógrafo surgiu porque a mãe queria guardar esse momento. Em suas buscas pela internet, Daiane encontrou o fotógrafo Rodrigo Kunstmann. Para captar boas imagens, como a da Isabela, o profissional disse que depende da parceria da equipe médica. “É importante que o parto seja o mais humanizado possível, em que o bebê tenha contato com a mãe logo ao nascer”, explicou.

Isabela tem mais de 9 mil seguidores em seu Instagram, administrado pela mãe — Foto: Arquivo Pessoal

Isabela tem mais de 9 mil seguidores em seu Instagram, administrado pela mãe — Foto: Arquivo Pessoal

O fotógrafo diz que na hora do registro também não conseguiu perceber a reação do bebê, mas logo que saiu da cirurgia mostrou para os familiares, que já falaram que a menina viraria meme nas redes sociais. “Quando postei, achei que teria potencial para virar meme sim, mas é sempre uma questão de sorte”.

PUBLICIDADE