21 de fevereiro de 2024

Candidatos ao Conselho Tutelar têm candidaturas cassadas no Acre; MPAC investiga

Nos quatro cantos da cidade o assunto está sendo muito debatido

Um documento vazado à imprensa na manhã desta terça-feira (28), contendo a assinatura de Francisca Zacarias Nunes (Sizene), presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), revelou que dois candidatos ao cargo de Conselheiro Tutelar de Sena Madureira tiveram suas candidaturas cassadas em razão de práticas infracionais.

Um deles, Tupan Diniz, foi eleito com folga. Ele obteve 809 votos, ficando em terceiro lugar na classificação geral. O outro não conseguiu a vitória, mas ficou como segundo suplente. Trata-se de Elvis Martins que obteve 586 votos.

Conselho Tutelar de Sena Madureira/Foto: Reprodução

Procurada pela imprensa, Sizene Nunes não quis se pronunciar sobre o caso nesta terça-feira. Ela disse que vai aguardar a decisão e sua publicação para, somente depois, se manifestar oficialmente.

A posse dos novos conselheiros eleitos só ocorrerá no início de 2024. Em se confirmando as cassações, deverá assumir a vaga de Tupan Diniz o primeiro suplente dessas Eleições que é o atual conselheiro Simim. Ele ficou em 6º lugar com 597 votos.

Desse modo, com a cassação da candidatura de Elvis Martins, ficará como primeira suplente Vânia Verçosa.

Nos quatro cantos da cidade o assunto está sendo muito debatido. O que se sabe até agora é que o Ministério Público de Sena Madureira notificou o CMDCA para adotar as medidas necessárias em relação aos dois candidatos.

Por enquanto, ainda não há mais detalhes sobre quais atos infracionais foram cometidos pelos candidatos que ensejaram suas cassações.

PUBLICIDADE