21 de fevereiro de 2024

Em áudio, jovem que gravou a própria morte chama namorado de “doido”

O caso ocorreu em Jataí, em Goiás, no último sábado (4/11). A vítima gravou o momento exato da própria morte

Imagem colorida mostra Ielly Gabrielle, jovem que filmou a própria morte - Metrópoles

Redes sociais/Reprodução

A jovem Ielly Gabriele Alves, de 23 anos, que gravou a própria morte, conversava muito com os amigos. Em um dos áudios enviados a uma amiga, Ielly relata que o então namorado e futuro algoz, Diego Fonseca Borges, de 27 anos, havia “surtado” e o chamou de “doido”. Ouça:

“Ele surtou ontem, saiu bloqueando meio mundo de gente. Eu tinha 8,5 mil (seguidores) e ele saiu bloqueando todo mundo. Agora estou com 7,5 mil e pouco. Ele falou que ia bloquear todos os homens. Eu tinha 800 seguidores no Dix e tô só com 300”, contou Ielly a uma amiga, por meio de um aplicativo de mensagens.

Logo em seguida, ela descreveu o rapaz como “doido”, e disse que o enfrentou: “Eu peitei. Falei ‘sai fora’”, escreveu à amiga. “Ele é doido”, enfatizou em outra mensagem, logo depois. Então, mandou uma série de imagens das conversas para a mesma amiga.

Imagem colorida de Diego Fonseca Borgeso, que matou a namorada Ielly Gabriele

Reprodução

imagem colorida amiga alerta jovem morta pelo namorado goias

Redes sociais/Reprodução

Uma outra amiga de Ielly, por meio das redes sociais, publicou prints em que alertava sobre ameaças feitas por Diego e dizia que “se ele te ameaçar e triscar em você de novo, faz medida protetiva. É assim que a maioria dos feminicídios acontece”.

Relembre o caso

O caso ocorreu no último sábado (4/11), numa plantação de soja próximo ao Assentamento Guadalupe, em Jataí (GO). No vídeo é possível ver o momento em que a Ielly é morta.

Num primeiro momento, ela está conversando em tom descontraído com o ex-companheiro, quando ele aponta uma pistola calibre 380 para ela. A arma dispara e atinge a jovem.

Veja o vídeo:

A vítima chegou a ser encaminhada pelo ex-namorado ao hospital. Ela foi atingida no tórax, mas não resistiu. O corpo dela foi velado e sepultado no último domingo (5/11), na região de Jataí.

 

PUBLICIDADE