21 de fevereiro de 2024

Na Aleac, Calegário realiza sessão solene em homenagem ao Dia Nacional dos Surdos

O parlamentar também aproveitou a ocasião para anunciar a destinação de uma emenda parlamentar para a Associação dos Surdos do Acre

O deputado estadual Fagner Calegário realizou nesta manhã (13), a Sessão Solene em homenagem ao Dia Nacional dos Surdos, tradicionalmente comemorado em 26 de setembro. O evento ocorreu no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, contando com um grande público, incluindo autoridades e representantes da comunidade surda, como o presidente da Associação dos Surdos do Acre, Lucas Vargas, a professora e coordenadora do Curso de Libras, Ivanete Freitas, a professora de Libras, Giovana Conceição, e a diretora da Escola do Legislativo, Raquel Farias.

Deputado estadual Fagner Calegário. Foto: Ascom

Durante a ocasião, o parlamentar expressou sua gratidão pela parceria estabelecida com a comunidade surda e reiterou seu compromisso de colocar seu mandato à disposição. Em suas palavras, afirmou: “Reforço meu compromisso com a busca por políticas públicas que efetivamente atendam às necessidades da comunidade, como a implementação de medidas que melhorem o acesso à educação de qualidade e a promoção de oportunidades de emprego e carreira para os surdos.”

Responsável pela Lei Complementar n° 445, que assegura que pessoas surdas tenham a oportunidade de realizar provas de concursos na Língua Brasileira de Sinais (Libras), acompanhadas por um profissional habilitado e vídeo prova, Calegário tem se destacado como um aliado da comunidade surda na busca por mais igualdade, inclusão e reconhecimento. Elogiado pelos presentes, o deputado estadual recebeu uma homenagem da Associação dos Surdos do Estado do Acre pelos trabalhos desenvolvidos em prol da comunidade.

Foto: Ascom

O parlamentar também aproveitou a ocasião para anunciar a destinação de uma emenda parlamentar para a Associação dos Surdos do Acre, visando garantir a realização de projetos relevantes para a comunidade surda. Além disso, comprometeu-se a investigar a viabilidade de um projeto de lei que possa assegurar a presença de intérpretes de Libras em escolas e repartições públicas.

PUBLICIDADE