22 de fevereiro de 2024

Eliana avalia vida sexual depois dos 50: ‘Me sinto mais bem resolvida’

Apresentadora de 51 anos faz um balanço da vida e traça planos para o futuro

Eliana piscou e os festejados 50 anos em 2022 viraram 51, assim, do nada, em 2023. Uma passagem apenas. Mal deu tempo de sentir. É que a apresentadora gostou desse lugar. O avançar do calendário não a faz sofrer. Pelo contrário. O que pode ser, e quase sempre é, uma tormenta para muitos, para ela tem sido uma fase de aprendizados, conclusões e descobertas. Como a da sexualidade mais latente, da maternidade vista de outro ângulo, dos afetos verdadeiros, da busca pelo novo e da finitude.

Eliana — Foto: Divulgação

“Eu quis muito comemorar meus 50 e quero comemorar os outros que vierem. Estou me sentindo inteira, mais experiente, feliz com minha profissão, com minha família, com o que vivi até aqui e ainda posso viver. Tenho tanto a construir ainda, e com saúde para fazer mais e mais. Acho que a passagem de um ano para o outro foi leve, nem senti, justamente por isso. Não estou contando os anos, mas somando mais vida a eles”, avalia.

A Eliana de 20 anos atrás era…

“Uma menina que tinha deixado a adolescência de lado para trabalhar e correr atrás do seu sonho de ser artista. Muito regrada e focada, mas também um pouco insegura. Nem todas as minhas apostas eram acertadas nessa época, mas quase sempre rendiam aprendizados”.

A palavra menopausa causa a sensação de…

“Ainda não entrei no climatério, mas diria que a palavra sobre isso é: naturalidade. É isso. Acho importante tratarmos desses temas, que são da nossa saúde, com naturalidade. Até porque são processos que muitas de nós enfrentamos, então a troca de experiências na nossa rede de apoio é super importante nesses momentos”.

PUBLICIDADE