26 de maio de 2024

Pai usou filho adolescente para matar mulher a tiros por vingança

Em abril do ano passado, Michele se desentendeu com a filha do acusado, um homem de 42 anos, e tentou matá-la a tiros

03-michele-magalhães-compressed

Reprodução/redes sociais

Um homem usou o filho menor de idade para matar Michele Carvalho Magalhães, 30 anos, na Estância Mestre d’Armas 5, em Planaltina (DF). Segundo a investigação da 16ª DP, o crime foi motivado por vingança.

Em abril do ano passado, Michele se desentendeu com a filha do acusado, um homem de 42 anos, e tentou matá-la a tiros. A mulher respondia a esse crime em liberdade.

Na madrugada de segunda-feira (26/12), o acusado e o filho se depararam com Michele acompanhada de um amigo ao lado do carro dela, um Fiat Mobi, que estava quebrado.

“Ficou bem claro que os autores encontraram a vítima junto com seu amigo, com o carro que já estava quebrado e, aproveitaram a oportunidade para vingança”, disse o delegado Marcelo Gaia, da 16ª DP (Planaltina).

Veja fotos de Michele:

O amigo de Michelle chegou a pedir ajuda para empurrar o veículo. “Quando Michelle entra no carro que vai ligar o veículo, o menor pergunta: o carro é seu? Ela responde que sim. Ele de imediato desfere dois tiros de arma de fogo contra ela”, contou o delegado. O amigo de Michelle fugiu.

“Na hora que o menor desfere os disparos de arma de fogo, o pai dele, segundo a própria vítima sobrevivente, determina ainda que ele atire nessa vítima, com o termo dele: bora, atira! Senão ele vai contar”, revelou o delegado. Mas o rapaz conseguiu fugir correndo em zigue-zague e não foi alvejado.

Inicialmente, o caso era investigado como feminicídio, segundo protocolo da PCDF para combater a violência contra a mulher. Conforme a coleta de provas, os policiais podem mudar a linha de investigação. Como foi no episódio de Michelle.

O acusado adulto foi preso nessa quinta (28/12). O filho dele, de 17 anos, está foragido. Segundo a PCDF, a arma utilizada no crime seria um revólver 38, ainda não foi encontrada. A princípio, a suspeita é que ela seja irregular. Élevi não é Colecionar Atirador Esportivo e Caçador (CAC).

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) informou que, quando a equipe da corporação chegou ao local do ocorrido, a vítima já estava morta. Ela foi achada caída, de bruços, ao lado de um Fiat Mobi.

De acordo com a Polícia Civil, momentos antes de o socorro ser acionado, o veículo havia colidido contra o portão de uma serralheria, na rua imediatamente acima daquela em que foi achada a vítima.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost