21 de abril de 2024

Corpo de trabalhador assassinado está há 7 dias no IML e familiares não aparecem para buscá-lo

Na noite de quinta-feira da semana passada, ele foi morto em sua casa

Já se passaram em torno de sete dias da data do ocorrido e até a manhã desta quinta-feira (1º) ninguém havia comparecido à sede do IML para liberar o corpo do braçal Fábio Profiro da Silva, 30 anos. Na noite de quinta-feira da semana passada, ele foi morto em sua casa que fica no km 01, Ramal do Mucuripe, zona rural de Sena Madureira.

O corpo do homem está há 7 dias no IML/Foto: Reprodução

Em seu registro de nascimento consta que Fábio é natural da cidade de Xapuri. No documento aparece somente o nome de sua mãe: Lindalva Profiro da Silva. Causa estranheza o fato de nem mesmo sua companheira ter comparecido ao IML para os procedimentos de praxe.

Segundo consta, o corpo pode permanecer no Instituto Médico Legal por 15 dias. Caso não compareça nenhum parente, será sepultado como indigente.

Fábio Profiro foi morto a tiros e perfurações. Até agora o autor do crime ainda não foi localizado pela polícia. A vítima já tinha passagens pela polícia.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost