27 de maio de 2024

Empresas desistindo do Xbox? Entenda rumor e possíveis motivos para isso

Segundo rumores recentes, empresas podem estar desistindo dos consoles Xbox; entenda melhor os problemas que os consoles da Microsoft têm enfrentado

Xbox Series X e Xbox Series S foram lançados pela Microsoft em novembro de 2020 como sua entrada na 9ª geração de consoles de videogame contra rivais como PlayStation 5 (PS5) e Nintendo Switch. Agora, segundo fontes ouvidas pelo site GamesIndustry.biz, a empresa está em uma situação preocupante enquanto fabricante de hardware. Rumores recentes têm apontado um certo “desânimo” de empresas e desenvolvedoras para produzir games com suporte aos consoles, o que poderia levar a uma desistência de oferecer seus títulos nos videogames.

Entre os pontos que justificariam uma possível saída por parte dessas companhias estariam o baixo número de vendas, as dificuldades de produzir games para o hardware do Xbox Series S, abaixo dos consoles premium da geração, entre outros. O TechTudo entrou em contato com a Xbox para comentar o rumor, mas ainda não obteve resposta. A seguir, veja mais a fundo os rumores e possíveis motivos que as empresas teriam para “desanimar” em relação aos consoles da Microsoft.

Consoles Xbox em risco? Entenda rumores e possíveis motivos para uma "desistência" por parte das empresas — Foto: Murilo Molina/TechTudo

Consoles Xbox em risco? Entenda rumores e possíveis motivos para uma “desistência” por parte das empresas — Foto: Murilo Molina/TechTudo

Consoles venderam pouco

Segundo o jornalista Chris Dring, chefe do site GamesIndustry.biz, afirma que “o Xbox está com problemas sérios como um fabricante de hardware”. Para chegar a essa conclusão, Chris esteve na feira de desenvolvedores GDC 2024, realizada entre os dias 18 e 22 de março em São Francisco, nos Estados Unidos, onde ouviu coisas preocupantes dos representantes de estúdios e outras empresas. Segundo alguns comentários relatados, as vendas do Xbox na Europa estariam estagnadas, caindo desde o último ano, e uma companhia teria chegado a afirmar: “nem sei por que nos incomodamos em dar suporte”.

A editora Take Two Interactive, empresa dona da Rockstar Games, de GTA 6, por exemplo, comentou que em dezembro de 2023 o PS5 havia vendido mais que o Xbox Series X/S em uma proporção de 2 para 1 e, segundo estimativas da empresa Ampere Analysis, esta proporção foi de 3 para 1 em 2023. No total, entre todas as plataformas, a Take Two Interactive garante que havia 77 milhões de consoles somados. Ao considerar que o PS5 superou a marca de 50 milhões na mesma época, é possível imaginar que os consoles Xbox estejam por volta dos 27 milhões.

Dificuldades para levar todos os jogos ao Xbox Series S

O Xbox Series S começou como uma grande vantagem para a Microsoft, mas desenvolvedores têm reclamado de limitações impostas pelo modelo menos potente — Foto: Luiza M. Martins/TechTudo

O Xbox Series S começou como uma grande vantagem para a Microsoft, mas desenvolvedores têm reclamado de limitações impostas pelo modelo menos potente — Foto: Luiza M. Martins/TechTudo

Um ponto que começou como grande vantagem para o Xbox Series X/S tem se tornado um problema para desenvolvedores a longo prazo. O Xbox Series S, versão menos potente e mais barata do Xbox Series X capaz de rodar os mesmos jogos em resolução menor, tem causado dificuldades para estúdios que precisam entregar games em “paridade” de conteúdo entre as duas versões. A produtora Rocksteady, de games como Batman: Arkham Knight e Gotham Knights, chegou a afirmar que toda uma geração de jogos seria prejudicada pelas limitações impostas pelo Xbox Series S.

A necessidade de paridade entre as versões do Xbox Series X e Xbox Series S se tornou um problema para a Larian Studios, que precisou atrasar Baldur’s Gate 3Melhor Jogo do Ano em 2023, nos consoles da Microsoft, o que deu uma grande vantagem ao rival PS5. Novamente, Chris Dring afirma ter ouvido de uma empresa que há um esforço para criar versões para ambos os consoles (Xbox Series X/S), mas que, para a marca, “o mercado é PC e PS5”.

Rumores sobre fim da mídia física no Xbox

Em meio a falas sobre desinteresse de estúdios na plataforma têm surgido também rumores sobre um possível fim da mídia física nos consoles Xbox, ou seja, os games em disco comprados em lojas. Há rumores que, durante a grande onda de demissões feita pela empresa em janeiro de 2024, foi fechado o departamento interno responsável por lançar esses games em mídia física.

O suposto fechamento não significa necessariamente que a empresa irá apostar em uma abordagem apenas digital, já que ela pode terceirizar este serviço para cortar custos. Além disso, o rumor levou Phil Spencer, CEO da empresa, a garantir que os consoles seguirão oferecendo suporte a esse tipo de mídia – ao menos em determinadas versões.

Suposto novo console Xbox Series X Brooklin (codinome) será lançado em novembro de 2024 e será puramente digital — Foto: Reprodução/Microsoft

Suposto novo console Xbox Series X Brooklin (codinome) será lançado em novembro de 2024 e será puramente digital — Foto: Reprodução/Microsoft

Chris Dring afirmou que lojas na Europa planejam cortar seu estoque de conteúdo de Xbox das prateleiras, como jogos, consoles e acessórios, devido a vendas muito baixas. Supostamente, algumas já teriam parado de vender games físicos do videogame. As mudanças teriam acontecido durante o período de vendas de Natal em 2023, com a percepção de que a performance de jogos físicos era muito baixa e que não traria tanto lucro na venda de consoles.

Durante um grande vazamento de dados da Microsoft que ocorreu durante o processo da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos sobre a compra da Activision Blizzard pela fabricante do Xbox, foi listado um novo Xbox Series X totalmente digital de codinome Brooklin. Esse modelo é um cilindro, em comparação com o atual paralelepípedo, e deve chegar em novembro de 2024 – caso os planos não tenham sido alterados. O analista da Niko Partners, Daniel Ahmad, comentou que há jogos do Xbox que têm uma proporção de até 80% de suas cópias digitais, e que isso parece ser um indicativo da próxima geração de consoles.

Desenvolvimento voltado para o Xbox Game Pass

O Xbox Game Pass tem se tornado uma parte cada vez maior da estratégia da Microsoft, até mesmo substituindo a antiga Xbox Live — Foto: Reprodução/Xbox Wire

O Xbox Game Pass tem se tornado uma parte cada vez maior da estratégia da Microsoft, até mesmo substituindo a antiga Xbox Live — Foto: Reprodução/Xbox Wire

Uma considerável diferença no Xbox Series X/S em relação aos outros consoles é o Xbox Game Pass, que se tornou uma grande vantagem do videogame. Nos últimos anos a Microsoft parece cada vez mais focada no Xbox Game Pass enquanto plataforma que existe além dos consoles Xbox, seja no PC ou através do Xbox Cloud Gaming, por exemplo. Atualmente já é possível jogar os games da empresa em televisões, smartphones, no seu navegador, em PCs portáteis como o ROG Ally, Legion Go e mais.

Enquanto isso tem expandido a marca e o alcance dos jogos, também gerou uma menor necessidade de se possuir um console Xbox para curtir os games exclusivos do videogame. Usuários podem assinar o Xbox Game Pass Ultimate por alguns meses e jogarem o que tiverem vontade sem precisar investir em um Xbox Series X ou Xbox Series S. Até mesmo usuários com Xbox One podem usar o Xbox Cloud Gaming para não precisar adquirir um console de nova geração.

Jogos do Xbox Series X/S no PS5 e Nintendo Switch

Mais um ponto que tem levantado suspeitas sobre a confiança da própria Microsoft em seus consoles foi o recente anúncio que a empresa planeja lançar seus games nos consoles rivais PlayStation 5 (PS5), PS4 e Nintendo Switch. Inicialmente serão lançados quatro títulos antes exclusivos do Xbox nos concorrentes: Pentiment, Hi-Fi RushSea of Thieves e Grounded. Outra informação relevante trazida por Chris Dring da GDC 2024 é de que a maioria dos jogos de Xbox devem chegar ao PS5 em algum momento.

Hi-Fi Rush, Sea of Thieves, Grounded e Pentiment foram anunciados para plataformas rivais como PS5, PS4 e Nintendo Switch — Foto: Reprodução/Xbox Wire
Hi-Fi Rush, Sea of Thieves, Grounded e Pentiment foram anunciados para plataformas rivais como PS5, PS4 e Nintendo Switch — Foto: Reprodução/Xbox Wire

Segundo rumores mencionados pelo site The Verge, a Microsoft chegou a considerar vários títulos para o PS5 e Nintendo Switch, como a série Gears of War, Microsoft Flight Simulator, o próximo Doom e até mesmo Starfield e o futuro Indiana Jones and the Great Circle. Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, desmentiu que Starfield e Indiana Jones seriam lançados no momento, mas afirmou que nunca devem descartar a possibilidade de um jogo ir para outra plataforma.

Durante o processo contra o FTC a Microsoft afirmou que, desde o lançamento do primeiro Xbox, vinha “perdendo a guerra dos consoles” para Sony e Nintendo, sempre acabando em terceiro lugar a cada geração. A empresa anunciou então que pretendia adotar uma nova estratégia ao gerar lucros através da venda de games e acessórios ao invés de consoles.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost