21 de abril de 2024

Marina diz que governo Lula coordena força-tarefa para ajudar municípios atingidos pelas enchentes

A ministra lembrou de uma reunião que teve com a equipe do governo federal nesta semana, que tratou sobre a ajuda emergencial ao estado

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, se pronunciou pela primeira vez sobre as enchentes recordes no Acre.

Em uma nota publicada nas redes sociais nesta sexta-feira (1), a ministra, que é acreana, disse que as chuvas intensas no estado têm provocado consequências devastadoras. Ela se solidarizou com as vítimas atingidas, principalmente pelas fatais, que já somam 3 mortes por afogamento em decorrência das enchentes.

A ministra durante visita no Acre nas enchentes de 2023/Foto: Diego Gurgel

Marina lembrou de uma reunião que teve com a equipe do governo federal nesta semana, que tratou sobre a ajuda emergencial ao estado.

“Em reunião no início desta semana, tratamos do apoio emergencial à população do estado, que já possui 17 dos 22 municípios em situação de emergência reconhecida pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR). Essa identificação é fundamental para a solicitação de recursos, que é feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD)”, escreveu a ministra.

O encontro foi realizado de forma híbrida no MIDR e contou com representantes do governo federal e de parlamentares do Acre no Congresso Nacional – senadores Alan Rick, Sérgio Petecão e Marcio Bittar, e deputados federais Antônia Lucia, Roberto Duarte, Fábio Rueda, Gerlen Diniz, além do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom.

A ministra finalizou dizendo que segue em contato com o ministro Waldez Góes, do Desenvolvimento Regional, sobre as ações de apoio ao Acre, que ela chamou de ‘força-tarefa’. Marina, porém, não informou se deverá visitar as áreas atingidas no estado.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost