29 de maio de 2024

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços

Corpo foi encontrado na superfície de um rio dentro de sacolas plásticas a dezesseis quilômetros da residência do casal

Um homem foi condenado à prisão perpétua após assassinar e esquartejar a esposa em Lincoln, Inglaterra. Nicholas Metson, 28 anos, esfaqueou até a morte Holly Bramley, 26 anos, em seu apartamento antes de cortá-la em 200 pedaços na banheira do casal, em março do ano passado. Ele foi gravado por um sistema de câmeras de segurança enquanto transportava os restos mortais da esposa ocultados em sacolas de mercado e fez buscas sobre herança e direitos após a morte de cônjuge na internet.

Metson teria dado cerca de R$ 320 ao colega de escola Joshua Hancock, para ajudá-lo no descarte dos restos mortais de Holly, no rio Witham, a dezesseis quilômetros de distância da residência do casal. O corpo foi recuperado dividido em 224 partes, e em diversas sacolas de compras, no dia 25 de março de 2023. Acredita-se que ele guardou os restos mortais da esposa por cerca de uma semana na despensa da cozinha.

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução / Lincolnshire Police

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução / Lincolnshire Police

O casal havia se casado em 2021, mas estava prestes a se separar quando Holly foi morta. A polícia foi chamada à residência do casal em 24 de março, após uma denúncia sobre possíveis riscos ao bem-estar da mulher. Segundo o The Sun, embora o apartamento apresentasse sinais de violência, os policiais inicialmente não encontraram evidências conclusivas.

No entanto, após confrontarem Metson por incongruências no que havia sido dito por ele, encontraram uma serra escondida em um armário. De acordo com a mídia britânica, ele cumprirá um mínimo de 19 anos de prisão e se declarou culpado pelo homicídio e por conspiração para dificultar a solução do caso.

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução

Uma pessoa encontrou sacolas plásticas na superfície do rio no dia seguinte com os restos mortais de Holly e a mão decepada da vítima, com a cabeça. O promotor afirmou que os ferimentos de Holly eram excessivos para o propósito de desmembramento.

“Em resumo, depois de assassinar Holly, ele a destruiu”, disse o promotor Gordon Aspden KC ao The Sun.

Após o assassinato, Metson acessou a conta bancária de sua esposa e realizou pesquisas ‘perturbadoras’, como: “Quais benefícios eu recebo se minha esposa morrer?” e “Alguém pode me assombrar depois de morrer?”.

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução

Homem é condenado à prisão perpétua após matar e esquartejar esposa em 200 pedaços, na Inglaterra — Foto: Reprodução

— A dor de perder um filho é indescritível e algo que nenhum pai deveria passar. A ideia de um último momento [de Holly] cheio de medo e dor é algo que nos assombrará pelo resto de nossas vidas —, disse a mãe da vítima, Annette Bramley, ao The Sun.

Além disso, Metson foi visto em um vídeo de câmeras de segurança enquanto transportava os restos mortais em um carrinho de compras. Conforme relatado pela polícia à mídia local, o criminoso tem um histórico de violência doméstica em 2013 e uma ordem de restrição.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost