17 de junho de 2024

“Antes de acordar meus filhos”, diz Luana Piovani sobre uso da maconha

Mãe de Bem, Liz e Dom, da relação com Pedro Scooby, a atriz deu detalhes de como e por que consome a erva de forma rotineira

Sincerona e desinibida, Luana Piovani falou sobre sua rotina e um detalhe surpreendeu os fãs. A atriz afirmou que fuma maconha com frequência, de maneira rotineira, sempre antes de acordar os filhos. Ela é mãe de Bem, Liz e Dom, da relação com Pedro Scooby.

“A primeira coisa que eu faço quando eu acordo é fumar um baseado, antes de acordar os meus filhos. Eu acordo antes de acordar os meus filhos, fumo um baseado ou a ponta que ficou ali, e aí eu começo meu dia”, disse em conversa com a revista Breeza.

Instagram/Reprodução

E prosseguiu: “Daí eu vou olhar minha agenda, vejo se aquilo tá combinando com o meu humor do dia. Daí eu vou fazer meu primeiro baseado [Luana diz que o que fuma pela manhã é a ponta do outro dia], daí eu vou malhar, vou fazer minha ioga ou vou ler, vou estudar um pouco, e assim vai”.

Luana destacou que a substância abre uma porta de cumplicidade na busca do encontro consigo mesma: “Eu consigo ouvir a minha intuição melhor, eu me silencio mais. A ‘Timbalada’ que eu tenho na cabeça dá uma pausa para tomar água”.

Questionada sobre a quantidade que consome diariamente, Piovani garantiu que não fica num só. “Eu acho que eu fumo uns dois baseados por dia em épocas normais. Em épocas de BO [quando está com problemas], eu fumo uns quatro, cinco”, declarou.

A artista ainda esclareceu que gosta de fumar maconha depois do sexo, mas que seu atual namorado, o empresário Lucas Bitencourt, com quem está desde 2021, não curte a erva:

“Desperta todos os sentidos, e é por isso que eu gosto da maconha, porque ela restabelece meu modus operandi, eu consigo amenizar a minha inquietude e consigo aflorar o que em mim tem de melhor, que é a minha criatividade, minha imaginação, minha sensibilidade”, ponderou.

Atualmente, Luana Piovani mora em Portugal, onde o consumo de maconha é legalizado, O país descriminalizou o uso com uma limitação de quantidade equivalente a 10 dias de uso, com proporções reguladas por portarias, segundo cada tipo de substância. Para a erva de cannabis, nome científico da maconha, o limite é de 25 gramas.

 

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost