11 de junho de 2024

Após levar tiro, acreano se torna campeão paralímpico estadual e busca competição nacional

Edson enfrenta diariamente os obstáculos com coragem e perseverança

Em uma jornada de superação e determinação, o atleta paralímpico Edson Cardoso, de 27 anos, e seu treinador, o professor Marcelo dos Santos, de 50 anos, estão transformando desafios em conquistas, levando o nome de Cruzeiro do Sul ao cenário esportivo nacional. 

Para aqueles que enfrentam dificuldades semelhantes, Edson deixa uma mensagem poderosa/Foto: Cedida

Edson, que ficou paraplégico após uma lesão por arma de fogo há sete anos, enfrenta diariamente os obstáculos com coragem e perseverança. A juventude, repleta de erros e falta de maturidade, segundo ele, trouxe consequências graves, mas também despertou uma força interior inabalável. 

Neste sábado (18), eles contam ao ContilNet sobre a parceria que promete levar o Acre ao nível mundial.

“O professor Marcelo já vem me acompanhando há quatro anos. Sem ele teria impossível minha caminhada hoje”, relembra Edson, “Passo em média 18 a 20 km todos os dias para chegar aos treinos, que duram de uma a duas horas e meia. Ele [Professor Marcelo] tem feito o trabalho de pai até hoje”.

A Parceria com o Professor Marcelo

O encontro entre Edson e o Professor Marcelo aconteceu através de um curso de basquete paralímpico em Rio Branco. A partir daí, a relação entre eles se fortaleceu, criando uma parceria que vai além das quadras. 

Marcelo, que além de professor de educação física é psicólogo, trabalha intensamente o aspecto emocional de Edson/Foto: Cedida

Marcelo, que além de professor de educação física é psicólogo, trabalha intensamente o aspecto emocional de Edson, motivando-o a enfrentar os desafios com resiliência.

“Eu trabalho bastante o psicológico dele, se motivando, trabalhando emocional para seguir em frente”, explica o Professor Marcelo:

“A caminhada do treino não é fácil, não é mesmo? Requer uma alimentação adequada, cuidados específicos e disciplina. Além disso, atuo como professora na AABB e no Bis, bem como na Clínica Vitali. Por exemplo, nas segundas-feiras, ele realiza musculação, o que é uma bênção. Recebemos uma bolsa de auxílio da Top, o que é muito gratificante. ”.

Representando o Acre no Cenário Nacional

Edson, que já é campeão estadual, sente-se emocionado por representar o Acre em nível nacional. 

O professor Marcelo “Acreditei no meu potencial desde o começo”, diz Edson sobre sua trajetória/Foto

“Acreditei no meu potencial desde o começo”, diz Edson sobre sua trajetória, “Hoje o Adalberto vem pagando a academia para mim. O raciocínio dele é continuar ajudando para que possa ter a possibilidade de chegar no nível nacional e ter essa conquista”, delibera.

Para aqueles que enfrentam dificuldades semelhantes, Edson deixa uma mensagem poderosa. Ele diz como todos nós passamos por dificuldades, mas se olharmos todos os dias ao nosso redor como outra pessoa também pode estar passando pela mesma dificuldade:

“Hoje nós vivemos uma guerra psicológica onde as pessoas se abaixam para poder chegar ao nível de alguém ou então se autodenominam incapazes. Estamos aí para provar que todo ser é capaz de vencer. Importante dar o primeiro passo, não ficar no aguardo da cama ou então no aguardo da vitória, porque ela não vai chegar se você não der o primeiro passo”, conclui.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost