18 de junho de 2024

Governo do Acre conquista autorização para realizar transplantes de rim na Fundhacre

Nova habilitação fortalece a Fundhacre como centro de referência regional em transplantes, ampliando acesso e qualidade de vida para pacientes do Acre e além

Após  processo de avaliação, a Saúde do Acre conquistou a tão sonhada habilitação para realizar transplantes de rim no estado. A portaria SAES/MS Nº 1.782, de 27 de maio de 2024, foi publicada nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial da União  (DOU) e autoriza a retirada e transplante de rim na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre).

Uma vez que a unidade ainda não estava habilitada para o procedimento, não há lista de espera para essa modalidade de transplante, no entanto, com uma média de 540 pacientes em diálise, estima-se que aproximadamente 30% sejam elegíveis para o procedimento, o que representa 162 pessoas. A indicação para transplante, no entanto, irá depender da avaliação médica de cada paciente.

As cirurgias de transplante são realizadas na Fundhacre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

“É com muita alegria que anunciamos um dos grandes marcos na saúde do nosso amado Acre: a habilitação da Fundhacre para realizar transplantes de rim, com a autorização do Ministério da Saúde que acabou de sair. É uma conquista de todos nós, mas, principalmente, para aqueles pacientes que dependem de máquinas para sobreviver. Quero dizer a todos que o nosso governo está empenhado em cuidar de todas as pessoas e essa autorização representa mais um grande avanço por uma saúde pública de qualidade e acessível a todos os cidadãos”, destacou o governador do Acre, Gladson Cameli.

“É uma conquista de todos nós”, avaliou o governador Gladson Cameli. Na foto, ao lado da presidente da Fundhacre, Ana Beatriz Souza. Foto: Neto Lucena/Secom

Atualmente, a Fundhacre é habilitada para transplantes de órgãos sólidos, como fígado e córnea. O complexo hospitalar possuía habilitação para transplante renal entre os anos de 2006 e 2019, tendo realizado 96 transplantes renais, 326 transplantes de córnea e 86 transplantes hepáticos, totalizando de 508 procedimentos.

Com a nova habilitação, o complexo hospitalar se fortalece como referência na região, atendendo não apenas pacientes do Acre, mas também de outros estados e países vizinhos, referenciados via Sistema Único de Saúde (SUS).

“É com imensa gratidão e alegria que recebemos essa notícia, que era muito aguardada por todos nós e, inclusive, muito cobrada pela nossa população. Toda a equipe da Fundhacre está empenhada para ampliar a capacidade de atendimento e a autorização do transplante renal é extremamente importante pra fortalecer esse trabalho”, avaliou a presidente da Fundhacre, Ana Beatriz Souza.

“Era uma luta de muito tempo”, destacou Pedro Pascoal. Foto: Neto Lucena/Secom

Pedro Pascoal, secretário de Saúde do Acre, reforça que foi um longo caminho até a autorização. “A retomada dos transplantes de rim era uma luta que travávamos há muito tempo e felizmente chegou o momento de celebrar essa vitória, que vai ajudar inúmeros pacientes a terem qualidade de vida. Essa é a nossa missão e estamos muito felizes por mais esse grande passo”, avaliou Pascoal.

Atualmente, o Acre já é uma referência na realização de transplantes, devido ao número de procedimentos realizados e da sobrevida geral dos pacientes transplantados no estado.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost