Depois de Lourival Marques, outros secretários devem abandonar o barco em 2017

Reclamaram com razão

Os esquerdistas e comunistas que hoje usam camionetes, comem nos melhores restaurantes e tomam dos melhores vinhos e whiskies têm razão em soltar o verbo em cima dos críticos ao regime do ditador Fidel Castro. O revolucionário se tornou ditador e foi um dos políticos que por meio de figuras da igreja no Acre encaminhou por algumas vezes a logística para a formação de certo partido político.

Só no Acre não tem livre expressão

O apresentador da Globo News, ao comparar Fidel com o ditador do Iraque Saddam Russem, que foi criado pelos nortes americanos, não sofreu só um insulto, bem como teve sua liberdade de expressão violada. Vivemos em uma democracia, certo? A discordância de ideias é normal, mas a agressão verbal fica também para os regimes opressores. O governador Tião Viana (PT) pensou que a imprensa nacional é como a do Acre, calada e mal paga para ficar só elogiando as autoridades.

Erro fazer parte da equipe do governador

Um secretário de Estado deve entregar o cargo no início de 2017 e anunciar sua posição contrária ao rumo que o governo de Tião Viana vem tomando. O secretário disse aos familiares que foi um erro aceitar o convite para integrar a linha de frente do governo.

marciobittarpsdb45Correndo na frente

Na oposição, o ex-deputado Marcio Bittar (PSDB) deve ser candidato ao Senado Federal. Marcio se encontra visitando todos os municípios e levando suas ideias e propostas de mudança na política acreana. Enquanto isso, alguns políticos da oposição estão achando que o disputa começa somente em 2018.

Nem ai para a gestão pública

O prefeito de Senador Guiomard, James Gomes (PP), não teve a disponibilidade de comparecer às reunião das equipes de transição do município e da equipe do prefeito eleito André Maia (PSD). Segundo pessoas próximas de James, ele quer mesmo é organizar as documentações para não responder a processos. “Ele não está mais nem ai para a administração pública”, disse um ex-secretário.

Identidade na gestão

A prefeita eleita, Marilete Vitorino (PSD), deve rever sua forma de administrar o município de Tarauacá. Antes acumulou muitas pessoas próximas querendo dar palpite em sua gestão. Hoje, eleita e mais cautelosa do que quando assumiu a prefeitura depois do ex-prefeito Torquato ser afastado pela justiça, Marilete terá a tarefa de mostrar a identidade de sua gestão.

Disputará uma vaga na Aleac em 2018

O jornalista Evandro Cordeiro, ex-candidato a vereador pelo PSC que tirou quase 900 votos, deve mudar de sigla partidária no início de 2017. O comunicador pretende articular sua candidatura a deputado estadual a pedido de pastores e familiares, mas quer mesmo é se resguardar para disputar a eleição municipal de 2020.

Não será mais candidata

As lideranças do interior, que esperavam ver a suplente de deputada federal Marfisa Galvão (PSD) ser candidata em 2018, tiveram um banho de água fria nessas últimas semanas. Informações de bastidores que chegaram à coluna acabaram com a esperança de lideranças ligadas ao PSD que tinha a expectativa de apoiar a esposa do senador Sérgio Petecão (PSD) novamente ao cargo, que por menos de 120 votos de legenda não foi eleita.

whatsapp-image-2016-11-29-at-11-55-08Não temos mais nada para comemorar este ano

O acidente que ceifou a vida de jogadores do time da Chapecoense e de profissionais da imprensa deixará o Brasil sem motivos para comemorar qualquer coisa neste resto de ano. Já não bastava a crise política que vivemos durante todo este ano no Brasil.

Deu exemplo de organização

Uma equipe que cresceu com muito trabalho, sua diretoria dando exemplo na administração, compacta e com objetivos claros. Fazer história, ser campeã e garantir seu espaço no futebol nacional e internacional. Faltou poucos passos para essa concretização.

Piloto morava no Acre

O piloto da aeronave, que leva a equipe da Chapecoense para a Colômbia, Miguel Quiroga estava morando na cidade de Epitaciolândia, na fronteira com a Bolívia. O piloto estava construindo uma residência na cidade e já teria feito vários investimentos na região. Miguel era casado com a filha de um político da cidade de Cobija, na Bolívia.

comentários

Veja também