Rio Branco, Acre,


Banco central chinês volta a cortar juros para incentivar economia

Com isso, o rendimento de empréstimos pessoais cairá para 4,60% e os ganhos com certificados de depósitos bancários diminuirão para 1,75%.

yuan_bank_of_china (1)Banco Popular da China – o banco central chinês – anunciou hoje (25) nova baixa das taxas de juros, pela quinta vez desde novembro de 2014. Com a redução, a instituição diminui a proporção das reservas obrigatórias dos bancos, num aparente esforço para conter a queda das bolsas locais.

A partir de amanhã (26), a taxa de empréstimos e a taxa de depósitos, para o período de um ano, vão diminuir em 25 pontos. Com isso, o rendimento de empréstimos pessoais cairá para 4,60% e os ganhos com certificados de depósitos bancários diminuirão para 1,75%.

PUBLICIDADE

As medidas visam, por meio do desestímulo às aplicações financeiras, a incentivar que os recursos em poder de investidores sejam destinados ao comércio e à produção industrial e agrícola.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up