Rio Branco, Acre,


Filho de Hildebrando Pascoal distribui adesivos em que pede soltura do ex-coronel

“A questão agora não é mais se ele é culpado ou inocente”, diz pecuarista Hildegard Gondim Pascoal

hildegardO pecuarista Hildegard Gondim Pascoal, de 32 anos, filho do ex-coronel Hildebrando Pascoal, distribuiu no centro de Rio Branco, na manhã desta sábado (22), adesivos em que pede liberdade para o pai dele. Recentemente, o jovem tatuou no braço o o rosto do pai. No Facebook, a comunidade “Soltem Hildebrando Pascoal” conta  com mais de seis mil seguidores.

O ex-coronel devia ter sido libertado no dia 2 de agosto, de acordo com os chamados critérios objetivos (cumprimento de dois terços da pena) e subjetivos (bom comportamento) previstos na Lei de Execução Penal.

PUBLICIDADE

Porém, o MPE, que havia  opinado pela manutenção da prisão, moveu um mandado de segurança, acatado em liminar pelo desembargador Roberto Barros, travando a decisão da juíza Luana Campos, da Vara de Execuções Penais.

O desembargador entendeu que Hildebrando deve ser submetido a exame criminológico (avaliações psiquiátrica e psicológica). Esses exames foram considerados desnecessários, segundo a decisão inicial da juíza Luana Campos.

Na semana passada, o  o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que a última palavra sobre a liberdade condicional do ex-coronel, preso desde setembro de 1999, será dada pelos desembargadores do Acre. O STJ negou habeas corpus para que a questão fosse julgada nas instâncias judiciais superiores em Brasília.

Hildegard Pascoal disse que a questão agora não é mais se Hildebrando é culpado ou inocente. “Ele conquistou o direito à liberdade ao longo desses 16 anos. Basta ver as redes sociais para saber que muito mais de 90% da população é a favor de Hildebrando nas ruas, do nosso eterno coronel Hildebrando nas ruas. O que estamos fazendo com essa distribuição de adesivos é dando cada vez mais voz ao povo pra poder dizer: soltem Hildebrando. Não se vai ter algum peso na Justiça, mas a única coisa que queremos é que a Justiça seja feita sem interferências”, comentou o filho do ex-coronel.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up