Rio Branco, Acre,


Isto é traição, diz deputado governista ao denunciar “tentativa de rasteira do PT” contra nanicos

"Este tipo de atitude é própria do PT. Por isso os convidamos para que se desejarem venham integrar a oposição", aproveitou progressista

Eber denuncia "tentativa de rasteira do PT"
Eber denuncia “tentativa de rasteira do PT”

O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado Eber Machado (PSDC), utilizou a tribuna da casa parlamentar na manhã desta terça-feira (15) para denunciar suposta tentativa de “rasteira” de líderes do PT para com a direção do PSDC no Acre.

Sem citar o nome do governador Tião Viana e denominando apenas como “um líder do PT”, Eber afirmou que houve pedido explícito ao presidente nacional do PSDC para que a atual direção da sigla no Acre fosse destituída. O deputado repudiou as ações petistas e declarou que a intervenção tentada é um golpe que em nada tem a ver com atitudes de aliados.

PUBLICIDADE

Eber classificou a atitude do PT como absurda e de baixo nível. O deputado cobrou lealdade e declarou que a Frente Popular, comandada pelos petistas, só tem se elegido às custas dos votos dos chamados partidos nanicos.

“Isto não é coisa de aliado, isto é traição. Eles nos chamam de nanicos, mas têm se elegido as nossas custas. Não aceitaremos este tipo de atitude”, ressaltou.

O deputado Jesus Sérgio (PDT) apoiou o discurso de Eber e frisou que a mesma atitude foi tomada com relação ao PDT.

“Tentaram a mesma intervenção no PDT, tentaram trocar nossa executiva estadual, mas não conseguiram, pois o ex-deputado Luiz Tchê conta com nosso total apoio”, ressaltou.

O líder do PP na casa, deputado Ghelen Diniz, aproveitou a oportunidade de desabafo dos governistas e afirmou que é o momento de alguns partidos reverem a aliança com o PT.

“Este tipo de atitude é própria do PT. Por isso os convidamos para que se desejarem venham integrar a oposição”, frisou.

O líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen, afirmou desconhecer qualquer tipo de manobra contra os partidos nanicos e ressaltou que como líder petista reconhece e agradece a parceria com todos os partidos que compõem o grupo político chamado Frente Popular.

“Se houve qualquer ação desta natureza tenha certeza que não foi com aval dos dirigentes partidários. A direção do PT não sabe de nada disso”, frisou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up