Acre é o Estado que mais vendeu produtos na 28ª Feira Nacional ‘Mãos de Minas’


Lucro total da participação do Estado superou o valor de R$ 135 mil; artesãos celebram o resultado positivo

ASTORIGE CARNEIRO, DA CONTILNET

Realizada este mês em Belo Horizonte, a 28ª edição da Feira Nacional de Artesanato Mãos de Minas contou com participação de dez artesãos acreanos. O trabalho dos acreanos não passou batido, e o Estado foi destacado como líder de vendas durante o evento realizado durante o período de 5 a 10 de dezembro.

Equipe de dez artesãos participaram do evento nacional. Foto: Reprodução

O ranking divulgado pelo Programa Nacional de Artesanato (PAB) revela que, dos 20 estados inscritos para a feira, o Acre foi o que teve o número de produtos vendidos. No estande dos acreanos foram comercializados 16% do faturamento total dos espaços comerciais do PAB. O segundo colocado comercializou 8% (Minas Gerais), seguido por Sergipe 6%; Alagoas 6%; e Mato Grosso do Sul.

Ao total, o faturamento do estande do Acre superou o valor de R$ 135 mil. Segundo a coordenadora do Artesanato Acreano, Marilda Brasileiro, desde o primeiro dia de feira o Acre alcançou as melhores vendas e o resultado é fruto de todo um compromisso do governo em promover o setor.

Estande do Acre foi destaque na Feira Nacional Mãos de Minas. Foto: Reprodução

“Levamos produtos novos desenvolvidos a partir das clínicas de design. Como as feiras abrem com visitas de lojistas é uma oportunidade de apresentar o mostruário e tirar pedidos. Com as feiras já fidelizamos muitos clientes que nos procuram e trazem novos compradores. O resultado positivo é graças a todo arrojo de fomento à cadeia produtiva do artesanato promovido pelo governo tendo a primeira-dama como grande incentivadora do programa”, disse Marilda.

Com informações do site Agência de Notícias do Acre

comentários

Outras Notícias

Veja Também