“Nosso principal interesse é aprender”, declara reitor norte-americano sobre parceria com Acre


Universidade do Colorado, Ufac e governo do Estado irão trazer ao Estados minicursos, mestrado e doutorado na área do Direito

ASTORIGE CARNEIRO, DA CONTILNET

Reunidos na Casa Civil na manhã desta segunda-feira (12), representantes da Universidade do Colorado fizeram o anúncio oficial de cursos e minicursos em parceria com o Acre. A oferta educacional será trazida ao Estado pela união entre a instituição norte-americana, Universidade Federal do Acre (Ufac) e Governo do Estado.

Parceria resultará em ofertas educacionais voltadas para diversas áreas do conhecimento. Foto: Sérgio Vale

A parceria planeja ofertar cursos de rápida duração nas áreas do direito humanitário, direito indígenas, resolução de conflitos e desenvolvimento sustentável. As duas universidades também avaliam a possibilidade de um intercâmbio de mestrados e doutorados para o curso de Direito.

Entre a comissão estrangeira, está o reitor da Universidade do Colorado, James Anaya, que é um especialista em direitos humanos internacionais e questões relativas aos povos indígenas. O educador também possui livros publicados sobre estes assuntos, além de ser convidado para ministrar palestras sobre direitos humanos com foco nas comunidades indígenas.

“Nosso principal interesse é aprender. É um prazer estar conhecendo o Acre, e nos agrada ter a oportunidade de firmar um acordo de cooperação. Temos muito a aprender com esta experiência, e pensamos que será de muito benefício para todos os envolvidos”, afirmou Anaya, que cumpre agenda nesta semana na Capital e também na Terra Indígnea Poyanawa, no município de Mâncio Lima.

De acordo com a comissão, o primeiro minicurso deve ser lançado ainda em maio deste ano, e o diálogo para abertura do intercâmbio de mestrado e doutorado irá seguir para definir linhas de desenvolvimento e número de vagas, além de um investimento da Ufac para garantir que a questão do idioma não seja uma barreira.

“A Universidade do Colorado é uma referência nas áreas de química, engenharia e direito. É uma instituição que já teve cinco ganhadores do Prêmio Nobel. Se trata de um fruto do que começamos a construir ano passado com a Força Tarefa de Governadores sobre Clima e Florestas (GCF)”, detalhou o governador Tião Viana.

comentários

Outras Notícias

Veja Também