Alunos da rede pública e população em geral se arrisca em ponte inacabada da Capital


Ponte liga os bairros Aeroporto Velho e Ayrton Sena; moradores enfrentam perigo diário ao cruzar ponte com quase 100 metros de extensão

ASTORIGE CARNEIRO, DA CONTILNET

Perigo diário vem sendo enfrentado por moradores das proximidades de uma ponte inacabada na Capital. A obra, ainda a ser concluída, acontece na ligação entre os bairros Ayrton Sena e Aeroporto Velho, e pode gerar incidentes perigosíssimos caso alguém caia da estrutura.

Ponte representa perigo para os moradores. Imagem: Reprodução

A situação foi veiculada nesta segunda-feira (9) no “Bom Dia Brasil”. De acordo com as informações apuradas, crianças e adolescentes se arriscam na ponte para ter acesso às aulas há seis meses, quando a ponte cedeu devido à força das águas.

Além dos estudantes da Escola de Ensino Fundamental Doutor Flaviano Flávio Batista, familiares destes jovens também se arriscam ao acompanha-los nas empreitadas. Um deles ainda leva a bicicleta nas costas durante a travessia.

Um dos cidadãos ainda leva a bicicleta nas costas durante a travessia. Imagem: Reprodução

Existe um caminho alternativo, porém o contorno, cercado por árvores e vegetação, leva cerca de 1h para ser concluído. Ainda de acordo com a apuração da reportagem, pelo menos 150 crianças e adolescentes passam por ela todos os dias.

De acordo com o secretário adjunto de Obras Públicas, Marcos Venício de Oliveira Holanda, disse que as obras atrasaram devido à cheia do rio. A entrega da ponte foi prometida para esta sexta-feira (13).

“Porque eu tenho que estudar, ser alguma coisa na vida quando eu crescer”, disse Pedro Ivo de Souza, uma das crianças que encara o desafio diariamente.

Outras Notícias

Veja Também