Vídeo completo mostra não ter havido agressão a fã da dupla Zé Neto e Cristiano no Acre


De acordo com um profissional da área de segurança de eventos, o procedimento seguiu as normas padrões

SAIMO MARTINS, PARA CONTILNET

Vídeo divulgado na íntegra na plataforma digital do YouTube nesta segunda-feira (6) mostra que não houve agressão por parte dos seguranças da dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano a um fã nas imediações no hotel em que os cantores estavam hospedados, na Capital do Acre. A dupla fez o show de encerramento da Expoacre 2018 na noite de ontem, domingo (5).

No início do vídeo, o fã Lucas Dourado, que alega ter sido agredido, é alertado pelo produtor geral da dupla sobre a orientação de que os cantores iriam atender aos fãs na recepção do hotel. “Eu garanto a vocês que se vocês forem à recepção, eles vão atender”, alertou.

Não satisfeito, Dourado passou pelo produtor e se dirigiu ao acesso dos fundos do hotel, na tentativa de tirar uma foto com os cantores. Nesse momento, o funcionário da dupla intervém para conter o avanço de Lucas.

Normas de segurança
Devido à repercussão do caso, a reportagem procurou um especialista em segurança de eventos que atua no estado.

Michel Magalhães trabalhou na equipe do Cabaré, de Eduardo Costa e Leonardo, e afirmou que em situações como a que envolveu o fã acreano e o produtor da dupla Zé Neto e Cristiano, a direção geral do evento pede que se use a força em caso de desobediência da ordem, como meio de garantir a integridade dos protegidos.

“Eu vi o vídeo, e garanto que não houve agressão por parte dos seguranças, tendo em vista que o produtor alertou e pediu que os fãs se retirassem do local e se dirigissem à recepção do hotel. Procedimentos como esse são normas de segurança, e devem ser usados em ocasiões como essa. Não é o segurança que determina, é a equipe geral antes de qualquer evento. Ainda mais em um estado onde a violência impera, todo cuidado é pouco. A equipe agiu corretamente”, explicou Magalhães.

Acesse aqui a primeira versão do vídeo que circulou nas redes sociais e sites de notícia do estado.

comentários

Outras Notícias

Veja Também