Com fisioterapia e menos viagens, Pelé completa 78 anos e vai virar estátua no museu da CBF


Rei do Futebol vai comemorar aniversário em festa familiar dentro de casa em Santos. Rotina inclui tratamento médico e locomoção, na maior parte do tempo, com andador

GLOBO ESPORTE

Edson Arantes do Nascimento completa 78 anos nesta terça-feira, dia 23 de outubro. Pelé, o Rei do Futebol, vai passar o aniversário sem festança: vai ficar em casa com a esposa Márcia e os familiares na residência de Santos, cidade em que iniciou sua trajetória para brilhar no mundo.

Em viagem recente para Barcelona, o Rei posou para artesãos ingleses do projeto Dreamland, que faz estátuas de cera para museus. A obra vai ser entregue no ano que vem para a CBF, conforme informou a coluna de Ancelmo Gois, no jornal “O Globo”. A imagem de Pelé será colocada no Museu da Seleção Brasileira, na sede da CBF, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Com ordens médicas para fisioterapia diária – para recuperar de dores no quadril, operado em 2012, que motivou outra intervenção cirúrgica em 2016 -, que cumpre há mais de dois anos, Pelé tenta adaptar a rotina que já foi mais atribulada aos exercícios para fortalecer os músculos. As dores, que foram mais intensas e até o impediram de participar da cerimônia de abertura das olimpíadas do Rio de Janeiro há dois anos, diminuíram.

Com o sorriso característico, Pelé fica imóvel para a retirada de metidas de artistas ingleses/Foto: Divulgação

A recomendação dos médicos, porém, é expressa: Pelé deve fazer fisioterapia diariamente e por tempo indeterminado. Detentor de inúmeros troféus individuais, eleito “Atleta do Século”, em votação da revista francesa “L´Equipe”, em 1981, Pelé, hoje, não é dos mais disciplinados nos exercícios fisioterápicos.

No dia a dia, ele ainda usa andador e cadeira de rodas para se locomover em distâncias maiores – ou eventos mais longos. Em casa, costuma dispensar o auxílio dos equipamentos. As aparições públicas são cada vez mais raras também por causa da dificuldade de locomoção.

– Ele não pode sair correndo (risos). Mas ele usa andador, às vezes cadeira de rodas. Precisa fazer fisioterapia sempre. São três cirurgias que ele já passou, né – conta José Fornos Rodrigues, mais conhecido como Pepito, antigo assessor de Pelé.

Pelé diminuiu a agenda de compromissos comerciais. Recentemente, além de Barcelona, fez viagem para a Ásia, visitando a Índia para um congresso internacional. Conheceu e autografou camisa da seleção brasileira para o ator Will Smith.

Nas redes sociais, se não é um fenômeno como os atuais astros do esporte, Pelé (@pelé) soma mais de 11 milhões de seguidores entre Twitter, Instagram e Facebook. Nas contas, lembranças, fotos antigas e propagandas do Rei, com mensagens bilíngues.

comentários

Outras Notícias

Veja Também