Mulher pulou do 4º andar após ser ameaçada de morte por ex-marido, diz PM


Homem armado invadiu condomínio e trancou a ex-mulher amordaçada dentro do quarto. Vítima, de 39 anos, continua internada com fraturas na coluna, crânio e tornozelo

G1

Segue internada na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE) em Ribeirão Preto (SP) a mulher de 39 anos que pulou da janela do apartamento, no quarto andar do prédio, para fugir do ex-marido armado, que tentava matá-la.

A Polícia Civil informou que a Justiça já havia determinado medidas protetivas à vítima, porque o suspeito não aceitava o fim do casamento. O homem fugiu e não havia sido encontrado até a manhã desta quinta-feira (20).

Na queda, a vítima quebrou o telhado da garagem e sofreu fraturas nos dois tornozelos, na coluna e no crânio, além de escoriações pelo corpo. O HC-UE informou que ela continua internada na sala de traumas e o quadro clínico é estável.

Aos policiais militares que atenderam a ocorrência, a mulher contou que durante o processo de separação ficou acordado que ela ficaria com o apartamento e o ex-marido com o carro da família. O homem usou esse veículo para entrar no condomínio livremente na manhã de quarta-feira (19).

Ainda segundo a vítima, o ex-marido estava armado e a rendeu no momento em que saía do apartamento para trabalhar. O homem levou a ex para o quarto do casal, a amordaçou e a deixou trancada no local, dizendo que voltaria à garagem para estacionar o carro.

Mulher pulou do quarto andar do prédio após ameaças do ex-marido — Foto: Marcius Ariel/CBN Ribeirão

Nesse momento, a mulher decidiu pular da janela a 15 metros de altura. O Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreram a vítima. O homem fugiu com o carro logo em seguida.

A Polícia Militar informou que foi até a casa do suspeito e encontrou o carro estacionado na rua. O homem havia fugido, mas telefonou para uma sobrinha e pediu ajuda, “dizendo que havia feito uma besteira”, conforme consta no boletim de ocorrência.

Os PMs entraram em contato com o ex-marido da vítima por telefone, e ele disse que vai se apresentar à Polícia Civil, mas isso não ocorreu até a manhã desta quinta-feira. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

O suspeito deve responder por crime de tentativa de homicídio e violência doméstica. A Polícia Civil já pediu exame de corpo de delito, que deve ser realizado pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também