Rio Branco, Acre,





Sindicalistas discordam de parcelamento do 13º em 10 vezes e culpam Tião Viana


Sindicato da Saúde, Associação dos Militares e agentes penitenciários lamentam solução encontrada por Cameli e culpam gestão passada

SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET

Na quarta-feira (16), o governo de Gladson Cameli (Progressistas) anunciou que pagará o débito deixado por Tião Viana em relação a parte do  13º dos servidores públicos. O montante será pago em 10 parcelas. Mesmo reconhecendo que a culpa foi da gestão passada, pelo menos três categorias sindicais já se manifestaram contrárias à solução dada pelo atual governador.

“Entendemos a real situação que nosso estado se encontra, mas também somos testemunhas do sofrimento e dor de cada colega de trabalho. O principal responsável por isso foi o pior governador da história desse estado, Tião Viana, mas o Gladson precisa rever. Em dez parcelas não dá!”, reclama Adailton Cruz, presidente do Sindicato da Saúde.

Sindicalistas creditam problema à gestão de Tião Viana/Foto: reprodução

A Associação dos Praças do Corpo de Bombeiros Militar do Acre também se manifestou.  “Tal medida, ainda que originada em decorrência de descaso da gestão passada, é danosa aos servidores públicos civis e militares, razão pela qual destacamos nosso protesto pela forma escolhida de parcelamento e também pela falta de prévia negociação com os sindicatos e associações de classe antes da definição e anúncio da medida austera adotada”, disse o representante da classe, Diego Júnior.

Outra categoria que também já disse discordar da forma de pagamento, foi a dos agentes penitenciários. Eles reclamam inclusive que a atual gestão não procurou os sindicatos para comunicar sobre a medida ou tentar encontrar uma outra maneira menos “dolorosa” para os trabalhadores.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários




Outras Notícias

Veja Também