Rio Branco, Acre,


Expositores devem se formalizar para participar da Expoacre 2019, informa organização

As inscrições para credenciamento estão abertas para empreendedores de qualquer segmento na sede do órgão

Diferente de anos anteriores em que, mesmo sem estar no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), pessoas físicas podiam montar um negócio apenas para funcionar na Expoacre, este ano, o Sebrae e Secretaria de Empreendedorismo e Turismo (SEET), realizadores do evento, decidiram exigir que os empreendedores que pretendem participar da maior feira de negócios do estado devem estar formalizados.

Expoacre é realizada anualmente./Foto: Reprodução

“Quem tem um MEI [Microempresa Individual] paga mensalmente as taxas e impostos, relativamente pequenas, que lhe garantem auxílio doença, aposentadoria, além da possibilidade de compara no atacado a preços menores e adquirir crédito bancário. Então tudo isso ajuda a pessoa que é microempreendedora.”, disse a secretária de Estado de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique.

Ela acrescentou ainda que, com a exigência, serão priorizados os empreendedores que realmente vivem do pequeno negócio. “Vão ser evitadas aquelas pessoas que só montam algo durante a feira, atuam na informalidade e não estão focadas em desenvolver uma empresa.”, enfatizou.

O Sebrae também defende a formalização dos expositores da Expoacre 2019. As inscrições para credenciamento estão abertas para empreendedores de qualquer segmento na sede do órgão até a próxima sexta-feira (14). Para se cadastrar são necessários os seguintes documentos: RG, CPF, CNPJ ativo e participar de uma capacitação obrigatória.

“Isso é bom também para a arrecadação dos governos estadual e federal e é melhor para as pessoas que são empreendedoras.”, concluiu Sinhasique.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias