Rio Branco, Acre,

Tenente Farias tem 2° pedido de revogação de prisão preventiva negado pela justiça

O oficial do BOPE é acusado de envolvimento com facção criminosa no estado do Acre

A justiça acreana, por meio do colegiado da 3ª Vara Criminal, decidiu por unanimidade negar o segundo pedido de revogação de prisão preventiva solicitado pela defesa do tenente do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Josemar Barbosa de Farias – Tenente Farias, preso no fim de 2018, durante a Operação Sicário, após interceptações telefônicas da Polícia Civil do Estado do Acre, aonde apontou possível envolvimento do militar com uma organização criminosa que atua no estado.

Tenente Farias, preso no fim de 2018, durante a Operação Sicário

Farias foi denunciado pelos crimes de peculato, prevaricação, organização criminosa e corrupção passiva. O oficial está preso no Batalhão Ambiental, em Rio Branco.

De acordo a denúncia do Ministério Público do Acre (MP/AC), o tenente fornecia drogas e armas a uma facção criminosa. Ele também protegia líderes ligado a facção nas áreas dominadas pela organização criminosa.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários