Rio Branco, Acre,


Acre terá três bases de segurança contra o tráfico internacional

O general Theófilo garantiu ao governador que até o final do ano o programa “Vigia” será estendido ao Acre

O general Theófilo de Oliveira, secretário Nacional de Segurança Pública – Senasp, afirmou no início da noite desta terça-feira, 1, em reunião com o governador Gladson Cameli, em Brasília, que o apoio ao Estado do Acre permanece firme e que novas ações por parte do Governo Federal serão promovidas ainda este ano, com vistas ao combate à criminalidade.

Gladson Cameli agradeceu ao secretário pela parceria da União com o Estado, e disse que o índice de criminalidade já começa a mudar, apesar de ainda estar muito longe do que é almejado pelo governo e pela população. “Necessitamos que essa parceria e apoio permaneça para que possamos voltar a ter tranquilidade para traçarmos os rumos do desenvolvimento sem a violência marcante que o tráfico de drogas na fronteira produz”, salientou o governador.

Nesse sentido, o general Theófilo garantiu ao governador que até o final do ano o programa “Vigia” será estendido ao Acre. O programa, que já está em operação experimental no Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul é um complexo sistema de monitoramento das fronteiras internacionais nos Estados, que busca blindar a entrada de armas, drogas e produtos contrabandeados pelos cerca de 16 mil quilômetros de fronteira. Entre as linhas de atuação estão as operações integradas, aquisição de equipamentos, capacitações e bases operacionais com integração de sistemas.

“Estamos em perfeita sintonia com o secretário de Segurança do Acre, coronel Paulo César, e traçamos algumas metas para atuação no Acre. A princípio, orientados pelo secretário, estaremos atuando em três bases: Santa Rosa do Purus, Assis Brasil e no anel Brasileia/Epitaciolândia. Com isso, o impacto será fulminante para tráfico de armas e drogas, que é o principal combustível que gera quase toda a violência, não só no Acre, mas em todo o País”, afirmou o secretário Nacional de Segurança Pública.
Theófilo de Oliveira disse ainda que no início do próximo ano o Senasp destinará ao Estado do Acre pelo menos mais 10 viaturas especiais para o combate ao crime, além de outros equipamentos necessários paras as forças de segurança.

Participaram também da reunião o chefe da Casa Civil do Estado, Ribamar Trindade e o chefe da Representação do Estado em Brasília, Ricardo França.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias