Rio Branco, Acre,


Adesanya dá show, nocauteia Robert Whittaker e desafia Paulo Borrachinha no UFC 243

Nigeriano unifica cinturão no UFC com atuação perfeita e aumenta seu cartel invicto

No Marvel Stadium, estádio em Melbourne (AUS) que leva o nome de um universo mágico de seres extraordinários, o título de super-herói do peso-médio do UFC ficou com Israel Adesanya. Com uma performance impecável no UFC 243, o nigeriano, que fez uma entrada coreografada e cheia de estilo rumo ao octógono, nocauteou o australiano Robert Whittaker, então detentor do cinturão linear da categoria, aos 3m33s do segundo round, e tornou-se o campeão absoluto da divisão. Além disso, o nigeriano aumentou seu cartel invicto para 18-0 diante de um público de 57.127 espectadores, novo recorde de público presente a um evento do UFC.

“Melbourne, vocês são demais! Eu me lembro de tudo. Eu estava lá em cima, e agora fiz o nariz dele sangrar. Foi tudo do jeito que eu esperava. Eu tinha do plano A ao plano Z para essa luta. Isso foi para quem disse que eu era muito magro. Ele me atingiu, e eu odeio ser atingido. Mas fui inteligente e consegui vencer. Você sabe quem é o próximo. Vou pegar um animal inflado. Paulo Borrachinha, eu vou acabar com você. Ele está falando muita besteira. Após nós lutarmos, ele vai parecer Ricky Martin. Acreditem em mim, eu vou acabar com esse cara”, disse o novo campeão unificado do peso-médio do UFC.

Presente ao evento, Paulo Borrachinha viu Israel Adesanya fazer-lhe um gesto obsceno quando ainda estava sobre a grade do octógono, e tentou subir para desafiá-lo logo após a luta, mas foi impedido pelos seguranças e funcionários do ultimate.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias