Rio Branco, Acre,


Em 10 anos, taxa de assassinatos contra mulheres no Acre mais do que dobrou

No Estado, o índice aumentou 126,6% no período, de acordo com o Monitor da Violência do G1

Embora em todo o Brasil a taxa de assassinatos de mulheres tenha aumentado 4,2%, entre 2008 e 2018, o Acre está entre os três estados do país em que os casos mais do que dobraram.

No Estado, o índice aumentou 126,6% no período, de acordo com o Monitor da Violência do G1.

PUBLICIDADE

O Acre só perdeu para o Ceará (278,6%) e Roraima (186,8%).

Já as maiores reduções foram no Espírito Santo (52,2%), São Paulo (36,3%) e Paraná (35,1%).

Dentro desse universo, destaca-se a desigualdade racial entre as vítimas de assassinatos.

No período, os homicídios de mulheres negras aumentaram 12,4%, enquanto os assassinatos de mulheres não negras reduziram 11,7%.

Os dados também alertam para como a violência atinge a juventude do país. 53,3% do total de vítimas de homicídios registrados em 2018 são jovens.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up