Rio Branco, Acre,


Minas confirma casos de crianças com Síndrome Multissistêmica provocada por Covid-19

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, duas crianças são monitoradas após apresentarem sintomas da síndrome, considerada rara, mas grave

Duas crianças com Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica, que pode ter sido provocada pela Covid-19, estão sendo monitoradas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais.

A informação foi confirmada pela coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Saúde, Tânia Marcial, durante uma transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quinta-feira (6).

PUBLICIDADE

“Nós estamos acompanhando estes casos (…) A gente pensava que criança não teria nenhum problema, mas agora a gente começa a ver que sim”, afirmou.

Dos 142.828 confirmados pelo boletim epidemiológico do estado, crianças estão entre as menos afetadas: 2,4% dos casos têm entre 0 e 9 anos.

A Secretaria de Estado de Saúde não detalhou o estado de saúde destas crianças, nem a cidade onde moram.

Entre os sintomas da Síndrome Multissistêmica Inflamatória estão febre persistente, conjuntivite não purulenta, erupção na pele, sinais de inflamação na boca, mãos e pés, além de manifestações gastrointestinais agudas, como diarreia, vômito ou dor abdominal.

Casos semelhantes foram registrados ainda em abril, no Reino Unido, e, posteriormente em outras partes do mundo. Ainda não é conclusiva a relação entre a síndrome e a Covid-19.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up