Rio Branco, Acre,


Corpo de poeta acreano que morreu em São Paulo com câncer chega ao Acre

O jovem sofreu duas paradas cardíacas. O câncer reapareceu no pulmão e se espalhou

Desembarcou nesta quinta-feira (26), no Aeroporto Internacional de Rio Branco, o corpo do poeta e fotógrafo acreano Victor da Silveira Nepomuceno, que faleceu na terça-feira (24), em São Paulo, por conta de um câncer. A chegada foi acompanhada por dezenas de pessoas.

O corpo do jovem era para ter chegado à cidade 11h da manhã, mas uma tripulante do mesmo voo passou mal e precisou retornar à Brasília – gerando um atraso de 2 horas.

O corpo de Victor era aguardado por inúmeras pessoas/Foto: Reprodução

Do aeroporto, o corpo de Nepomuceno segue para a capela São João Batista, onde será realizado o velório pela família e amigos.

De acordo com informações, Victor estava internado no Hospital AC Camargo, em São Paulo, onde tratava um câncer descoberto há cerca de um ano.

Vitor tinha apenas 21 anos/Foto: Reprodução

Nesta semana, o quadro clínico de Victor piorou e foi preciso interná-lo numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O poeta acreano já havia amputado o braço e ombro esquerdo para impedir o avanço do câncer.

O jovem sofreu duas paradas cardíacas e não resistiu. O câncer, que reapareceu no pulmão, se espalhou e atingiu o coração.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up