Rio Branco, Acre,


Médico acreano grava tela de urna durante votação em Rio Branco

Renato, que atua no Hospital das Clínicas de Rio Branco, aparece no vídeo teclando os números

O médico acreano Renato Pires pode responder por crime, depois que compartilhou em suas redes sociais imagens suas votando na urna eletrônica durante as eleições deste domingo (15), em Rio Branco.

O fato configura infração prevista no artigo 91 da Lei 9.504, que diz ser proibido “portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas e filmadoras, dentro da cabina de votação”. O correto seria deixar o aparelho com o mesário.

Perfil de Renato Pires no Facebook/Foto: Reprodução

O registro do voto com celular também pode ser considerado “boca de urna”, punível “com detenção, de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período” e multa no valor de R$ 5 mil a R$ 15 mil, de acordo com o artigo 39 da mesma.

As imagens foram enviadas com exclusividade à reportagem do ContilNet.

Renato, que atua no Hospital das Clínicas de Rio Branco, aparece no vídeo publicado nos stories do Instagram teclando os números do candidato a vereador André Borges (PV) e do prefeiturável Jarbas Soster (Avante). Em seu perfil no Facebook, ele aproveitou para compartilhar outro registro do momento, segundos antes de apertar a tecla CONFIRMA.

Confira o vídeo: 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up