Rio Branco, Acre,


Reunião entre petistas na quarta definirá apoio a Socorro Neri ou neutralidade

No entanto, tendência é que Zen fique em cima do muro, adiantou uma fonte ligada ao PT

Passados dois dias do primeiro turno das Eleições na capital, apenas Daniel Zen (PT) não se manifestou sobre apoio ou neutralidade na segunda fase do pleito. Nesta quarta (18) ou no mais tardar na quinta-feira (19), a cúpula petista vai se reunir para decidir como irá caminhar no segundo turno.

Uma fonte ligada ao candidato derrotado adiantou que a tendência é que Zen fique em cima do muro. Segundo ela, o deputado já havia declarado que não apoia candidatos bolsonaristas, referindo-se à Tião Bocalom (PP), que já foi do PSL.

PUBLICIDADE

O petista também teria adiantado que não deve migrar para projetos que tenham o apoio do governador Gladson Cameli (sem partido) – a quem faz oposição na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) -, o que incluiria a candidatura à reeleição da prefeita Socorro Neri. Zen obteve pouco mais de 7 mil votos nas urnas, 4% do total.

Seus adversários derrotados já anunciaram apoio a Bocalom, com exceção de Jarbas Soster (Avante), que descartou pedir votos para o ex-prefeito de Acrelândia, mas não citou Neri.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up