Rio Branco, Acre,


Sena Madureira lidera ranque de áreas queimadas no Acre em 2020

Município teve 39 mil hectares incendiados; crescimento foi de 46% em relação a 2019

No Acre, a cidade de Sena Madureira foi a que mais queimou, entre janeiro e a primeira semana de novembro deste ano, com 39 mil hectares incendiados. O número é 46% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

As informações são do Projeto Acre Queimadas, do Laboratório de Geoprocessamento Aplicado ao Meio Ambiente (LabGama), ligado à Universidade Federal do Acre (Ufac).

PUBLICIDADE

Em todo o Acre foram 265 mil hectares atingidos pelo fogo, 39,13% a mais que 2019. O dado superou em mais de 15% o recorde dos últimos 10 anos, em 2010.

Feijó foi o município que mais registrou focos de incêndio no Acre e aparece em segundo no ranque de áreas queimadas, com 37 mil hectares.

Com exceção de Plácido de Castro, todos as cidades do estado tiveram crescimento nos dados em comparação com o ano passado, com destaque para Epitaciolândia (315%) e Xapuri (160%).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up