Rio Branco, Acre,


Doria aproveitou agenda de Gladson em SP e voltou a convidá-lo para se filiar ao PSDB

Se tivesse mal avaliado, certamente, Cameli não teria todos esses convites para filiação

Acertou de novo
O governador Gladson Cameli e o secretário de saúde Alysson Bestene acertaram na agenda com o governador do estado de São Paulo, João Dória, na assinatura do protocolo de intenções para adquirir a vacina Coronavac.
Como tem colocado em suas falas, “o objetivo é não perder nenhum minuto nessa luta e salvar vidas” disse Cameli.

Elogios nas redes
Entre todos os elogios que vem recebendo pelas redes sociais, o governador Gladson Cameli recebeu parabéns do ex-senador Jorge Viana. Para o petista, “vale registrar a importante atitude do governador Gladson Camei, formalizando a aquisição de vacinas junto ao governo de São Paulo. Isso realmente pode salvar vidas e todos nós acreanos ficamos esperançosos com a possibilidade de ter a vacina o mais rápido possível”.

E agora Daniel Zen
A publicação do ex-senador Jorge Viana vai de encontro ao discurso do deputado estadual Daniel Zen, que parece ter voltado de Manacapuru sem rumo. No parlamento, Zen atacou servidores do Instituto de Traumatologia do Acre (INTO) afirmando que no órgão existe muito “rolo”. Ele estendeu seu comentário maldoso e sem provas aos servidores da saúde.

Prioridade
O secretário Alysson Bestene acerta quando prioriza a vacina, assim que estiver disponível no estado, para os servidores da saúde. Cerca de 8 mil profissionais serão os primeiros a receber as doses da imunização. Alysson acompanha a agenda no Butatan.

Polarização
Cameli tem feito questão de afirmar que não entra nessa tentativa de polarização do Brasil no debate sobre laboratório e eficácia que tem como pano de fundo as eleições presidenciais de 2022. Ele foi o décimo governador a protocolar intenções em adquirir pelo Instituto Butatan, a vacina chinesa Coronavac. 4 milhões de doses foram disponibilizadas por João Dória para outros estados brasileiros.

Quem erra mais
Notadamente quem mais erra nesse discurso polarizado sobre qual vacina o Brasil adotará em sua campanha de imunização nacional é o presidente Jair Bolsonaro. Por uma questão óbica, a corrida é para salvar vidas, não se pode perder um minuto, quanto mais, 100 dias, como prevê o Ministério da Saúde para começar a vacinar.

Emergencial
O Fórum Nacional de Governadores deve protocolar nesta quinta-feira um pedido para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o uso emergencial da vacina da Pfizer no Brasil. O pedido tem como base a lei sancionada em maio que, em razão da pandemia do novo coronavírus, libera medicamentos que tenham sido aprovados por agências reguladoras estrangeiras.

No G1
O governador Gladson Cameli (PP), foi destaque no G1 quando cobrou rapidez no Plano Nacional de Vacinação (PNI) contra a Covid-19 e disse ter planos “B e C” para a compra de uma vacina pelo estado, se for preciso. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o Acre já tem 19 câmaras refrigeradas para fazer o armazenamento de uma vacina, e que o número pode ser ampliado se for necessário.

Convite
O governador Gladson Cameli voltou a ser convidado pelo tucano João Dória para se filiar ao PSDB. A insistência de Dória lembra aquele velho ditado da árvore que dar bons frutos. Se tivesse mal avaliado, certamente, Cameli não teria todos esses convites para filiação.

Lei do retorno
A senadora Mailza Gomes vem sendo procurada pelos prefeitos eleitos do Progressistas no Acre. Primeiro para agradecer o apoio dado nas eleições municipais, depois, para o alinhamento de ações para 2021. Todos querem mostrar serviço e contam com o trabalho da senadora.

Pavimentando
A prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino continua pavimentando as principais vias de acesso do município e com isso, pode deixar a gestão com uma popularidade maior. Um dos maiores gargalos foi infraestrutura urbana.

Safra recorde
A deputada federal Vanda Milani aproveitou os números da previsão de safra de Soja para 2021, para destacar o trabalho do secretário Edvan Azevedo (Agricultura) e Israel Milani (SEMA). É pontual a sua observação de redução de desmatamento em 4,4% e o aumento da produção de soja com previsão de 36 mil toneladas e um capital de R$ 80 milhões no mercado.

Volta do sinaflor
Diretor André Hassen informando que após dois meses fora do ar, o Sinaflor voltou a operar. O Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor) integra o controle da origem da madeira, do carvão e de outros produtos ou subprodutos florestais, sob coordenação, fiscalização e regulamentação do Ibama.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up