Rio Branco, Acre,


Veja quem são os 5 secretários do governo que mais se destacaram em 2020

Enumeramos dentre os mais de 20 gestores de secretarias e autarquia, os 5 que mais se destacaram no ano

O governo Gladson Cameli teve aprovação de quase 80% decorrentes da ótima atuação no combate à pandemia da covid-19. A saúde foi o carro-chefe do bom trabalho realizado neste ano, por isto cabe o destaque ao gestor da pasta, Alysson Bestene.

Enumeramos dentre os mais de 20 gestores de secretarias e autarquia, os 5 que mais se destacaram no ano em que uma pandemia desafiou o mundo e trouxe obstáculos inimagináveis, exigindo replanejamento em todos os setores da gestão.

Alysson Bestene – secretário de Estado de Saúde

De poucas palavras e de muito trabalho, o secretário mais exigido neste ano cumpriu um papel destacado e com números que entram para a história da gestão pública do Acre. Alysson liderou o controle e combate a maior tragédia sanitária dos últimos 100 anos, o coronavírus.

Foram dois hospitais construídos em apenas 40 dias, sendo um em Rio Branco e outro em Cruzeiro do Sul. Ao contrário da maioria dos estados onde as pessoas morreram nas filas de UTI, a Sesacre se antecipou e adquiriu respiradores, medicamentos e convocou mais profissionais para reforçar o valoroso quadro de saúde nas principais cidades do estado.

Bestene organizou o atendimento nas UPAs. O novo Pronto Socorro operou em 2020 com uma estrutura nunca vista, com corpo clínico reforçado, serve como unidade de referência para Rio Branco e diversas cidades próximas. Logo no início da pandemia serviu de base central até que as instalações do Into fossem entregues. Atualmente, os pacientes com coronavírus têm como referência o hospital Into, este estruturado para ser o local com maior demanda de quem busca atendimento para a doença na Capital.

Paulo Cézar – secretário de Segurança Pública

Possivelmente a pasta mais complexa e questionada no governo anterior, a Segurança Pública foi o segmento com um dos maiores investimentos feitos pelo governador Gladson até aqui. O Estado convocou centenas de policiais militares e civis, delegados, escrivães, além de modernizar o Sistema Público de Segurança.


Silvânia Pinheiro – secretária de Comunicação

Um desafio que foi cumprido com destaque foi fazer comunicação em um ano atípico como 2020. As ações de um governo são compreendidas pela população quando estas chegam do morador da área mais nobre ao que reside nas cabeceiras dos rios. Neste ano pandêmico, a comunicação teve que se reinventar, pois além de divulgar as ações do Estado, buscou a todo instante informar a população sobre o coronavírus, os cuidados necessários, os dados relacionados a testes em análise, a quantidade de infectados e mortes, tudo isto com muita transparência e em tempo real.

Informação não faltou em 2020, em virtude disto cabe o reconhecimento a quem lidera esse trabalho, a secretária Silvânia Pinheiro.

Ítalo Medeiros – secretário de Estado de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano

O jovem gestor da SEINFRA assumiu a pasta substituindo Thiago Caetano e de quebra, remodelou o planejamento da secretaria. Com atribuição de tirar os projetos de engenharia do papel, a SEINFRA superou as expectativas impostas nesse ano.

Construiu dois hospitais em 40 dias (tempo recorde), colocou o Deracre novamente no protagonismo que não tinha há anos, reconstruiu espaços públicos que estavam abandonados ou inacabados, fez parcerias com prefeituras e ajudou a melhorar a infraestrutura de muitas cidades, reconstruiu todo os aeroportos e pistas de Feijó e Tarauacá, além de garantir a melhoria dos aeródromos dos municípios isolados.

Este segmento cumpriu um papel determinante para o governo Cameli.

Mauro Sérgio – secretário de Educação, Cultura e Esporte Sendo

O setor com maior demanda do governo, a Educação viveu em 2020 o período mais desafiador dos últimos tempos.
O ano letivo tinha acabado de iniciar quando o vírus chegou e mudou tudo que havia sido planejado, exigindo assim um planejamento rápido, eficiente e que pudesse contemplar a comunidade escolar em todo o território do Acre.

Primeiramente, Mauro transformou a merenda escolar dos estudantes em cestas básicas, ajudando assim na sobrevivência de milhares de famílias no Acre inteiro. A Secretaria montou um planejamento de aulas no modelo educação à distância (EAD), com gravações no rádio, TV e com materiais impressos para que os professores oferecessem as condições mínimas e assim salvar o ano letivo ainda em curso.

Mesmo em meio a uma crise sanitária, houve a convocação de servidores para o quadro efetivo da Educação, renovação dos contratos em vigor, reforma de dezenas de escolas e entrega de ônibus escolares novos.

O governador deve se orgulhar do time que montou, pois o Acre superou as adversidades e chegou ao final do ano com aprovação elevada. Isso se deve aos gestores das principais secretárias que se desdobraram e compreenderam a linguagem do líder e sua intenção de fazer mais.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up