30.3 C
Rio Branco
25 julho, 2021 1:15 pm

Greve da Saúde inicia no Acre; veja quais serviços serão paralisados

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Sindicato dos Profissionais em Saúde do Acre (Sintesac) iniciaram nesta segunda-frente (14) a greve em todo o Estado nas unidades de Saúde, com manifestação formada em frente à Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre).

Pelo menos 6 sindicatos, incluindo o dos médicos (Sindmed), enfermeiros (Seeac) e biomédicos (Simbiomed), pedem a correção de perdas inflacionárias e protestam contra as condições insalubres de trabalho.

Concentração dos servidores ocorreu às 8 horas da manhã, em frente à Fundhacre/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

A paralisação afeta a oferta de assistência médica e hospitalar de baixa complexidade, como atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas.

“São direitos subtraídos progressivamente. A nossa luta contra essas perdas e contra às péssimas condições de trabalho se estende desde o início dessa gestão, que não olha para nossas pautas”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac), Adailton Cruz.

Presidente do Sintesac, Adailton Cruz/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

“Veja como estão os nossos hospitais, em condições intragáveis, sem materiais básicos para atender os pacientes, prédios deteriorados, etc. É inadmissível que a nossa classe, que tem sido diretamente afetada por essa pandemia, sofra com essa desvalorização por parte do governo”, acrescentou o médico Guilherme Pulici, presidente do Sindmed.

Os grupos destacaram que a média e alta complexidade (principalmente no combate à pandemia do novo coronavírus) não serão afetadas pela paralisação, mas que a greve não tem data definida para acabar.

Servidores pedem melhorias para a categoria/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

“Não temos data certa para acabar com a greve. Isso vai depender de como o governo vai lidar com as nossas pautas”, finalizou Pulici.

|Servidores seguem rumo ao Palácio Rio Branco onde ocorre a manifestação/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

Em carreata, com carro de som e cartazes, os profissionais de Saúde trafegaram por várias ruas até o Centro de Rio Branco, onde organizam paralisação em frente ao Palácio Rio Branco, no intuito de chamarem a atenção do governador.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.