33.3 C
Rio Branco
23 julho, 2021 1:42 pm

MS segue em queda registrando a menor média Covid-19 dos últimos 21 dias

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

sCAMPO GRANDE (MS) –  O Mato Grosso do Sul,apesar de praticamente ter o mês de junho de 2021, como um dos dois piores deste início da Pandemia do Covid 19, em março de 2020, conseguiu nestes cinco  últimos dias do mês, uma queda substancial e nesta quarta-feira (30), registra a menor média de mortes e casos dos últimos 21 dias. Hoje, contudo, as mortes subiram para 51 pessoas, que perderam a vida para o vírus ante 30 e 34 nos últimos dois dias. Mas, foram 730 novos casos ante 1,1 mil de ontem. Porém, tudo forma a queda calculada.

O secretário de Saúde Geraldo Resende, como não fazia a muito tempo, informou com a alegria a diminuição da taxa de contágio de coronavírus no Estado,  Ele falou na manhã de hoje, na Live reproduzida pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), que divulga dados atualizados diariamente da Pandemia. “Registrando a menor média dos últimos 21 dias. Até que enfim estamos de certa forma alegres nesta Live, que praticamente a quatro meses só falamos em problemas e dados negativos”, disse Resende. 

Foto: Divulgação

Conforme boletim de hoje, vieram a óbito no Estado as 51 pessoas, confirmando até o momento 8.204 mortes, que de qualquer modo faz decrescer a média móvel de óbitos das últimas duas semanas. Mas, a alegria da queda contrasta ou tem que se lembrar, que Junho ficou como o segundo mês mais letal em MS, desde março de 2020. Somando os de hoje, são 1.225, neste mês, que perde apenas para abril deste ano com 1.396. O mês de março, que era o segundo, caiu para terceiro com então 1.098 mortos.

Já o número de infectados nas últimas 24 horas é de 730 novos casos, sendo que dentre os infectados a maior taxa de transmissão ocorre entre pessoas de 30 e 39 anos. Até o momento são 335.411 casos confirmados em MS. Muitos quadros seguem realizando isolamento residencial, que segundo o relatório do dia somam 12.967.UTIs O total de internados é de 842, entre as redes públicas e privadas de saúde. Os pacientes que seguem em tratamento só nas unidades hospitalares públicas são 366 em leitos clínicos, onde são tratados casos de menor gravidade e 476 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), local em que estão os mais graves.

Foto: Divulgação

Mas, ainda há lista de espera para os que aguardam por um leito de tratamento de covid no Estado, apesar que vem apresentando acentuada queda. Hoje, a Central de Regulação de Campo Grande tem ‘apenas’ 27 pessoas em lista de espera e dois em Dourados.

Encontram se aguardando para análise 1.144 amostras no Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen). Essas e outras informações sobre a pandemia no Estado, podem ser acompanhadas através do site: https://www.coronavirus.ms.gov.br/

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.