19.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 8:02 pm

“O pobre vai ter que voltar a usar vela para ter luz”, diz Edvaldo sobre privatização da Eletrobras

"Preparem as velas e as lamparinas, porque o pobre não vai ter como pagar energia", finalizou o político

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Depois que a Câmara aprovou nesta segunda-feira (21) a medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras em todo o país, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) disse que os pobres do Brasil sofrerão com a mudança e ficarão “miseráveis”.

“Essa mudança só privilegia alguns investidores que vão ficar ainda mais ricos. Essa privatização só vai precarizar os serviços e aumentar o preço das tarifas. Ou seja, quem é pobre vai ficar miserável”, disse o comunista durante sessão na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), nesta terça-feira (22).

O governo afirma que a privatização pode baratear a conta de luz. Entidades do setor, no entanto, afirmam que a conta pode ficar mais cara em razão de medidas que precisarão ser adotadas.

O texto aprovado segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

“Preparem as velas e as lamparinas, porque o pobre não vai ter como pagar energia”, finalizou o político.

Parte da bancada acreana se posicionou contra o projeto e outra parte votou a favor. Alan Rick votou sim pela PEC da privatização; Vanda Milani (sim); Flaviano Melo (abstenção); Jesus Sergio (não); Jéssica Sales (não); Mara Rocha (sim); Perpétua Almeida (não) e Leo de Brito (não).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.