30.3 C
Rio Branco
2 agosto 2021 6:12 pm

AC é o 2º estado que menos reduziu mortes intencionais e anuário aponta supremacia de facção

Os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) reduziram de 13 para 12

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quinta-feira (15), mostra que o Acre reduziu em 2,1% o número de mortes violentas intencionais, entre 2019 e 2020.

Amapá foi a que apresentou maior redução na taxa de mortalidade (23,6%), seguido do Pará (20,1%), Roraima (19,4%), Rio de Janeiro (18,4%), Distrito Federal (7,3%), Amazonas (6,2%), Minas Gerais (5,7%), Goiás (5%) e Santa Catarina (2,2%). O Acre veio logo atrás.

O estado que menos reduziu o índice foi Rio Grande do Sul (0,3%).

O documento diz que o Acre foi marcado pela consolidação da supremacia do Comando Vermelho, que dominou o estado e reduziu, com isso, as disputas com outros grupos.

“Nacionalmente, entre as UF que conseguiram reduzir suas taxas de MVI, o Acre, em 2020, foi marcado pela consolidação da supremacia do Comando Vermelho, que dominou o estado e reduziu, com isso, as disputas com outros grupos pelas rotas do tráfico internacional. Adicionalmente, não se pode descartar a melhoria da política de segurança em relação a integração de inteligência entre agências levada a cabo no estado”, diz o estudo.

Em números exatos, quando se trata de homicídios dolosos (quando há intenção de matar), o Acre saiu de 281 (2019) para 280 (2020).

Os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) reduziram de 13 para 12.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.