17.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 11:56 pm

Como diminuir o risco de autismo em bebês durante a gravidez

Obesidade gestacional, por exemplo, praticamente dobra o risco da criança apresentar transtorno do espectro autista (TEA)

POR METRÓPOLES

No Brasil, cresce o número de crianças diagnosticadas com autismo. Nas escolas, por exemplo, o percentual de alunos com transtorno do espectro autista (TEA) matriculados em classes comuns no Brasil aumentou 37,27% entre 2017 e 2018, segundo dados do Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Não à toa, o assunto foi tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Futuras mamães e gestantes podem, por meio de alguns hábitos e alimentação, diminuir o risco que seu filho apresente Transtorno do Espectro Autista (TEA), caracterizado pelo déficit de interação e comunicação social, assim como certos padrões específicos de comportamento.

Trazendo para o lado da nutrição, estudos mostram que alterações de glicemia no feto e no recém-nascido possuem relação com o desenvolvimento do TEA.

Leia a matéria completa em METRÓPOLES, clique AQUI!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.