17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 10:02 am

Ipê Roxo no Parque da Maternidade vira atração

Flores caídas ao chão lembram um tapete lilás e parecem um pedido da natureza contra o abandono do lugar

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Um tapete na cor lilás formado por flores caídas de um Ipê Roxo (Handroanthus impetiginosus) no Parque da Maternidade, em Rio Branco, virou atração no último final de semana. A imagem contrasta com a situação do Parque, que está abandonado desde o governo passado mas ainda conserva detalhes capazes de encantar os admiradores da natureza.

O Ipê Roxo é uma árvore nativa do Brasil, muito resistente e utilizada para arborização urbana e produção de madeira. É originária da Mata Atlântica. A que tanto vem chamando a atenção dos transeuntes do parque da Maternidade foi plantada quando da arborização do parque, inaugurado em 2002, no governo Jorge Viana.

Além de ser uma das principais vias da cidade, o rua que atravessa o parque da Maternidade numa extensão de mais de 12 quilômmtros contempla, além de uma paisagem singular, diversos tipos de árvores como os ipês nas cores brancas, amarelas e roxo. As flores ao chão, que formam um tepete lilás, parece um pedido da natureza aos governantes para que não permitam o abandono do logradouro e suas plantas.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.