32.3 C
Rio Branco
4 agosto 2021 7:11 pm

No presídio de Sena, projeto insere reeducandos em fabricação de tarrafas

POR EDINALDO GOMES, DO CONTILNET

Com o objetivo de trabalhar a ressocialização dos reeducandos, a Unidade Prisional Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, deflagrou recentemente um projeto que versa sobre a fabricação de tarrafas, ferramenta utilizada na atividade pesqueira. Ao todo, dez reeducandos estão inseridos na iniciativa.

O projeto conta com o apoio da vara de execução penal, através do juiz Fábio Farias. Com recursos oriundos de penas pecuniárias, todo o material foi comprado para a confecção das tarrafas, englobando: Linha, corda para a chumbada e chumbada.

Segundo informou Francisco de Assis, diretor da unidade, as tarrafas são feitas e, em seguida, são vendidas por um valor abaixo do que é praticado no mercado. “Vale lembrar que, ao assumirmos a unidade, esse projeto já estava em andamento. Estamos dando continuidade agora com a parte prática. Parte do dinheiro arrecadado fica com os reeducandos e utilizamos o restante para a compra de mais material. Agradecemos o apoio do juiz Fábio Farias e demais parceiros”, comentou.

As tarrafas são de 30 pontos e estão sendo vendidas a 450 reais. Os reeducandos participantes fazem parte do projeto “Abençoar”, ou seja, aqueles que decidiram se desligar das facções criminosas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.