17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 7:41 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Três anos depois, mulher é condenada por matar e enterrar mãe no quintal

Cyntia deve cumprir 31 anos de prisão. Julgamento durou quase 9h e foi realizado nesta quarta-feira

POR CAMPO GRANDE NEWS

Cyntia Chagas Costa, técnica de enfermagem de 48 anos, foi condenada por matar e enterrar o corpo da mãe, Helena Chagas da Costa, que tinha 76 anos, em outubro de 2018.

O julgamento durou cerca de 9h e foi realizado nesta quarta-feira (14) em Três Lagoas, a 338km de Campo Grande.

A condenação de Cyntia aconteceu quase três anos depois que o caso foi descoberto pela polícia civil.

Durante todo o processo de investigação a mulher mudou a versão diversas vezes, mas nesta quarta-feira foi condenada por homicídio e ocultação de cadáver.

“Quanto mais ela era interrogada, mas caia em contradições”, disse o promotor de acusação, Luciano Anechini Lara Leite, durante o julgamento.

Cintya foi presa em flagrante no dia 22 de outubro de 2018, quando o cadáver de Helena foi descoberto.

A técnica de enfermagem chegou a registrar o desaparecimento da mãe, mas a polícia suspeitou quando uma denúncia anônima indicou que a idosa sofria maus-tratos. A perícia constatou que Helena foi morta no começo de outubro.

Cova foi "camuflada" com caixas de papelão e outros móveis pela filha da vítima. (Foto: JP News)
Cova foi “camuflada” com caixas de papelão e outros móveis pela filha da vítima. (Foto: JP News)

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.