23.3 C
Rio Branco
24 setembro 2021 11:55 pm

Com serviço de inteligência de 2 delegacias, rapaz que matou mulher após programa sexual é preso

Crime ocorreu há 9 dias e, conforme a investigação, cenário onde o corpo da vítima foi encontrado demonstrou "bastante ódio" por parte do assassino

POR G1

Última atualização em 27/08/2021 14:55

A Polícia Civil prendeu no Jardim Leblon, região sul da cidade, o homem de 27 anos, suspeito de matar Silvana Domingos dos Santos, de 31 anos.

O crime ocorreu há 9 dias e, conforme a investigação, o cenário onde o corpo da vítima foi encontrado demonstrou “bastante ódio” por parte do assassino.

Conforme a polícia, foi deflagrada uma operação nesta manhã (27) e o homem foi preso e levado para a cela da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Investigadores também realizaram buscas e apreenderam as roupas e a mochila usada pelo suspeito no dia dos fatos, algo que inclusive foi flagrado por câmeras de segurança.

Além da Deam, a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) também apoio as investigações, o que foi fundamental na identificação da rapaz.

Entenda o caso

mulher de 31 anos foi morta no fim da tarde do dia 17 de agosto, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande. Segundo informações do registro policial, Silvana foi morta em um dos quartos da casa de uma amiga.

A amiga disse à polícia que há três dias Silvana usava o imóvel para fazer programas durante o dia. Os clientes entravam em contato com ela pelo celular, após verem fotos em um site específico.

Na tarde dessa terça-feira, segundo a amiga da vítima falou à polícia, um dos clientes era um homem que teria afirmado à Silvana estar nervoso por ser casado e ser a primeira vez que estaria em um relação com uma garota de programa.

A dona da casa estranhou a situação, pois o homem estava muito agitado, e ficou em um cômodo ao lado para ouvir o que acontecia. A informação inicial é que ele pediu três vezes água, usou a internet do local e em seguida teria atirado. Após os disparos, o homem saiu pelo portão e fugiu a pé.

Conforme a polícia, na parede do quarto havia muito sangue da vítima, que no dia 21 de julho, afirmou nas redes sociais estar em um relacionamento sério. Postagem que gerou diversos comentários e discussão.

O copo usado pelo atirador para beber água foi apreendido para perícia tentar identificação pelas digitais.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.