34.3 C
Rio Branco
26 setembro 2021 6:54 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Jovem atropelada por moto aquática segue internada e recupera parte dos movimentos

Vanessa Gabriela está internada no Hospital de Base. Acidente aconteceu no dia 11 de julho

POR G1 RO

A jovem de 21 anos atropelada por uma moto aquática no rio Candeias, no começo de julho, segue internada no Hospital de Base, em Porto Velho, e não tem data para receber alta médica, segundo informou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta terça-feira (3).

O acidente aconteceu no dia 11 de julho e, na ocasião, Vanessa Gabriela passou por cirurgia geral por causa de uma fratura exposta na perna esquerda. Após o procedimento médico, uma equipe de neurocirurgia atendeu a jovem e descobriu que a mesma havia fraturado a vértebra C-5.

Devido a esta fratura na quinta vértebra da coluna cervical, Vanessa chegou a ficar os movimentos dos braços e pernas.

Na última segunda-feira (2), Vanessa passou por um novo procedimento para tentar recuperar o movimento das pernas e braços e de acordo com a Sesau, “a jovem tem retornado a sensibilidade dos membros superiores”.

Acidente no rio Candeias

No dia 11 de julho, Vanessa, de 21 anos, e outra amiga estavam em uma moto aquática quando foram atingidas por outro veículo aquático (conduzido por um homem).

Com a força da colisão, as mulheres foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Um rapaz que estava perto do acidente pulou na água e colocou as duas vítimas em um barco, onde fez reanimação cardíaca.

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local e já encontrou as meninas conscientes. Como o caso de Vanessa era mais grave, pois tinha cortes profundos e fratura no corpo, a jovem foi levada ao Hospital João Paulo II.

Já a outra amiga dele teve ferimentos menos intensos e foi atendida no hospital de Candeias do Jamari.

 

 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.