24.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 4:18 am

Sintomas de resfriado? Você pode estar com a variante delta

POR A CIDADE ON

Última atualização em 05/09/2021 11:05

O avanço da variante delta do coronavírus, que provoca a covid-19, tem deixado todas as nações do mundo em estado de atenção. Em São Paulo, a delta ou cepa da Índia, já está em contaminação comunitária e, por isso, é preciso atenção para os sintomas provocados por ela, que são ainda mais semelhantes aos da gripe comum. No entanto, por se tratar de covid-19, sempre há chance da situação evoluir para um quadro grave.

Especialistas apontam que as pessoas infectadas com a delta não apresentam com frequência tosse, falta de ar e perda de paladar e olfato, sintomas comuns da variante P.1 (cepa do Amazonas), que era dominante no Brasil até julho. Segundo o professor Tim Spector, que dirige o estudo Zoe Covid Symptom, no Reino Unido, os sintomas mais comuns da delta são:

– dores de cabeça
– dor de garganta
– coriza (nariz escorrendo)
– febre

Pelos sintomas, é possível que a pessoa acredite que está com a gripe comum (influenza) e não vá realizar o exame para detectar o coronavírus. “As pessoas podem pensar que acabaram de pegar algum tipo de resfriado sazonal e ainda irem a festas. Elas podem espalhar o vírus para outras seis pessoas. Achamos que isso está alimentando grande parte do problema”, avalia Tim Spector.

O clima seco e temperaturas elevadas, cenário neste momento encontrado na região de Ribeirão Preto, também podem provocar sintomas semelhantes aos da variante delta. Por isso, ao menor sinal de gripe, a pessoa deve fazer o exame para detectar o coronavírus e se isolar.

Números

Segundo dados da Prefeitura de Ribeirão Preto, a variante delta já é responsável por mais de 40% dos casos de covid-19 na cidade. Isso significa que 4 em cada 10 contaminados estão com a delta. Segundo a Saúde, a variante já deve estar em circulação em todos os bairros da cidade (clique aqui e saiba mais).

Já na cidade de São Paulo, a delta já avançou mais e é responsável por 70% dos casos de covid-19, fazendo dela a variante dominante na capital paulista.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.