23.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 6:46 am

Protesto fecha a 364 entre Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul

Moradores querem pressionar deputados, senadores e governo do Estado pela construção de ponte sobre o Juruá

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 27/10/2021 14:52

Já há fila nos dois sentidos da pista de rolamento na BR-364 a partir de uma barreira montada na rotatória de acesso aos municípios de Cruzeiro do Sul e Rodrigues Alves, no Vale do Juruá, a partir de um protesto de populares desencadeado na região nesta quarta-feira (27). Trata-se de um protesto de moradores da região que interditou o tráfego de veículos a partir das 5h30 da manhã de hoje e que deve se estender por mais algum tempo, o qual vem obtendo cada vez mais adesões.

A interdição da rodovia é reivindicado por um movimento que se intitula Pró-Ponte. Foto: Reprodução

A interdição da rodovia é reivindicado por um movimento que se intitula ‘Pró-Ponte’, que defende a ligação de uma ponte sobre o rio Juruá ligando Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul, cuja travessia, desde o princípio da fundação das duas localidades, há mais de cem anos, é feito através de balsas. O protesto deve entrar pela noite de hoje.

“Vamos pernoitar aqui até que a bancada federal e o governo do Estado dê atenção à necessidade urgente para a construção da ponte sobre o Rio Juruá, em Rodrigues Alves”, disse Ralph Fernandes, um homem que se apresenta como coordenador do ato de protesto. “O governo vai fazer pontes em Brasiléia, Xapuri, Sena e Madureira e até uma quinta ponte em Rio Branco. Enquanto isso, para a nossa região do Juruá, só discurso”, acusou.

Para Ralph Fernandes, a falta de ponte já resultou em morte de pacientes, perda de empregos e assaltos. O coordenador falou também dos riscos de acidentes, com o registro inclusive de afogamentos, na travessia de veículos sobre balsas entre os dois municípios.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!