23.3 C
Rio Branco
26 maio 2022 10:55 pm

No Juruá, AC-407 garante acesso a Rodrigues Alves

POR ASCOM

Última atualização em 06/01/2022 19:10

Chuva, lama, atoleiros e isolamento, era lembrada assim a rodovia AC 407. A depender do governo passado, a ponte que ligaria Cruzeiro do Sul a Rodrigues Alves, um sonho prometido de 20 anos para população do Vale do Juruá acabou não sendo concretizado após reeleição do governo petista.
Após assumir o governo, Gladson Cameli garantiu melhorias para as famílias da região como a operação tapa-buracos da estrada que garante acesso a Rodrigues Alves (AC 407), se tornando uma das prioridades em investimentos na área de infraestrutura no Acre, permitindo que mais acreanos pudessem ter seu direito de ir e vir garantidos pela constituição federal.

Há anos sem receber manutenção, a AC-407 recebeu operação tapa-buracos pelos agentes técnicos do Deracre e acreanos passaram a ter mais um meio de acessar a cidade de Rodrigues Alves e Mâncio Lima.

O governador Gladson Cameli determinou que a rodovia fosse melhorada e investiu mais de 1,7 milhão de reais em serviços no intuito de garantir condições essenciais de tráfego para rodovia.

“O governo Gladson fez a recuperação do acesso a balsa de Rodrigues, trabalha em uma importante rodovia no Vale do Juruá garantindo a ligação dos municípios, mas, cabe relembrar que em governos anteriores essa estrada acabou sendo esquecida e não vinha recebendo manutenção, até mesmo a balsa não oferecia condições de segurança para população”, enfatiza o presidente do Deracre, Petronio Antunes.

Antunes ressalta “ O Deracre em tão pouco tempo, na gestão do governador Gladson foi reestruturado e avançou bem mais do que quem teve oportunidade de fazer mais pelo Acre”, finaliza.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.957 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.